terça-feira, 5 de outubro de 2010

PÉ NA JACA

Conheci uma garota,
no inicio era uma graça
mas o tempo foi passando
e o tom dela é de ameaça,
só conversa na pedrada,
vai dizendo: vem pra ver
o que lhe vai acontecer.

Ai meu Deus, que desgraça,
foi com ela que eu casei,
foi vacilo, dei mancada.
Agora eu tenho que ficar
Com uma trena nas palavras,
pra não arrumar confusão,
de outro modo, já vem ela
com as pedras na mão,
parece até uma cilada.

Tem um corpo de sereia,
 mas a cabeça é de bagre,
quando der na minha “teia”
vou-me embora e digo Deus lhe pague.

Já tentei uma terapia, mandinga e reza ,
não houve quem desse jeito,
eu como bom sujeito,
faço só o que não lhe enfeza.
Entretanto, minha gente,
também fico amolado,
um desânimo, falta de sono, e apetite,
o meu “vento tá virado”.

Eu preciso de uma ajudinha,
de um santo, de um amigo,
um consolo avalizado,
minha casa não é minha,
se alguém me der abrigo,
eu divido meu ganhame,
cozinho, lavo passo,
sangue, fezes, urina,
qualquer exame eu faço
mas por favor me chame
me tire dessa enrascada.


Inspirado na música Incompatibilidade de Gênios, de João Bosco

10 comentários:

Chica disse...

Uma jacada vais levar
se ela ler o que tá escrito
acho que vais apanhar
com relho de rabo de cabrito!rsrs...


Muito legal,Zé! abração,chica

pensandoemfamilia disse...

Cuide-se amigo, a enrascada é das melhores, que os santos o ajude. rs,rs,. Se não se rir, dá para chorar.
bjs,

Neca disse...

kkkkkkkkkkkk!!
Passando do feminino para o masculino, cai como uma luva na minha vida. Só Jesus salva!!!!
Beijin

Sheila disse...

Triste sina essa,o coitado tá danado,o jeito é sair fora e de preferência bem calado.Beijos.

Toninhobira disse...

Poxa amigo aí se ferrou!!! Eu bem que com todos os santos da Bahia bem que podia dar uma ajudinha, mas vai que o dela é mais forte e me devolve tudo em dobro? Nesta incompatibilidade toda só na boca do sapo como diria o bom João.Imagino que esta peste ainda seja atleticana,kkkkkk. Meu abraço de paz e luz,já dei uma boa risada com voce. Espero que ela não leia este post e meu comentario,kkkkk

Silviah Carvalho disse...

Olá Cacá, seu semblante reflete alegria sabia? seu texto é muito bom.
gosto muito de vir aqui, queria mais tempo pra visitar meus amigos.
bjs. Fica com Deus.

lis disse...

Oi Caca
que rolo tu foi se meter hem? rsrsrs
que tal aliviar com flores pela manhã ,a tardinha e a noite também!
costuma ser irresistível! rs
deixo abraços , saudade de voce !

Conexão CD disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkkk
Muito bom quando a poesia se traveste de piada.
Um Abraço
Norma de Souza Lopes

Conexão CD disse...

Concedo -te essa


"Licença poética para separar-se


No fim do caminho havia uma perda
Havia uma perda no fim do caminho
Havia uma perda
No fim do caminho havia uma perda.




Nunca me esquecerei desse episódio
Na vida de minha alma tão desesperada.
Nunca me esquecerei que no fim do caminho
Havia uma perda
Havia uma perda no fim do caminho
No fim do caminho havia uma perda."


Um Abraço

Norma de Souza Lopes

Web Statistics