domingo, 25 de julho de 2010

DEU A LOUCA


Dirigir nas estradas brasileiras requer uma série de cuidados que só cuidamos, às vezes de falar mal das condições precárias da sinalização, buracos, traçados mal feitos e outras coisas ruins. Elas existem mesmo e devem ser faladas e cobradas, claro! Mas, quem viaja pelo menos de vez em quando, pode prestar atenção, que a grande maioria dos desastres que desgraçam muitas vidas e famílias é culpa exclusiva dos maus motoristas. Imprudência, equívocos de toda espécie, impaciência, competição e o sentimento de poder que o carro dá, são ingredientes que, misturados ao transito, dão uma receita indigesta a qualquer um. Quer um exemplo desagradável? Faça uma viagem saindo de BH em direção ao Espírito Santo, Bahia, Rio, São Paulo ou Brasília. Com muito cuidado e com um olho na direção e outro na circulação em geral para observar as atrocidades cometidas pelos aventureiros que parecem estar praticando esses esportes radicais, aliás, muito menos perigosos, pois só arriscam a vida do praticante.

10 comentários:

Adh2bs disse...

Prezado amigo;
Pra não falar da típica falta de educação (ou civilidade, mesmo) no trânsito; além do que vc citou, se vê quase nada de gentileza...
Grande abraço,
Adh

Dan disse...

Oi Cacá,

Concordo plenamente com você, é um absurdo as barbaridades que ocorrem no transito por falta de bom senso. Falou tudo que eu gostaria de falar.

Abraços e bom domingo.

pensandoemfamilia disse...

Olá

Realmente, algumas estradas são bem ruins, mas a maioria dos acidentes ocorrem pela falta de precaução dos motoristas. Houve época em minha vida que viva semanalmente na estrada e, sem perceber, fui ficando totalmente estressada, por deparar e assitir tantas atitudes inconsequentes. E diga se de passagem não era eu quem dirigia.
bjs

Marliborges disse...

Verdade Cacá, sabes é que carregamos nossos defeitos colados nas costas (tipo mochila) e não conseguimos enxergá-los. Então só falamos mal das estradas, que estão na nossa frente. Boa observação, boa lembrança.

Parabéns, pelo evento, mas que droga esses estudantes, sempre duros, né, rsrs. Na verdade, até se firmarem na vida, as caras dos leitores serão sempre as mesmas, touché!
Bjsssss

Tais Luso de Carvalho disse...

Oi, Cacá:

Assino embaixo! Falamos e falamos de nossas estradas, sim, mas quantos acidentes se dão nas cidades? Quantos acidentes e mortes se dão entre dois motoristas agressivos que por ninharias saem de carro brigando feito loucos? E as competições? E as bebedeiras?
Não são apenas nossas estradas as culpadas por tantas mortes: são as pessoas que dirigem suas máquinas voadoras, querendo bancar os super-heróis.

Beijos
Tais luso

Menina disse...

Cacá, adorei o texto.
=]

Tens uns selinhos para você no meu blog!

Beijos!

Toninhobira disse...

Volto no tempo e uso especificamente a rodovia BR 381 denominada rodovia da morte, lembro de quando ela nao tinha as melhorias de hoje,inicio dos anos 70.Os acidentes eram raros. Melhorou para a epoca e logo vieram os terriveis acidentes,ou seja nao é a estrada e sim os motoristas,que sem a devida educação e respeito a propria vida,se largam nesta como uma metralhadora.Direção defensiva,nao pode ser uma coisa protocolar para se ter uma habilitação,deve-se começar a ser feita nos ensinos secundarios quando a vontade de dirigir é latente.Sabe Zé, observe que todos os nossos problemas no Brasil a gente sempre esbarra na questao educação. Numa viagem a Alemanha na cidade de Ratingen,observei curioso que numa sinaleira em plena noite vazia,com o sinal fechado para pedestre, sem a minima possibilidade de vinda de carro, uma pessoa ficou parada até abrir o sinal verde para pedestre.Pensei no Brasil seria chamado de besta...Um abraço por tao bom mquestionamento de uma coisa séria demais.A guerra no transito.

Celina disse...

OI CACÁ BOA NOITE,ESPERO QUE ESTEJAS MELHOR, QUANTO AU TEU POST ACHO AMIGO QUE AS ESTRDAS É UMA DAS CAUSAS, MAIS O ALCOOL É O RESPONSAVEL PELAA MAIORIA DAS VIDAS CEIFADAS. ESPERO QUE FIQUES BOM LOGO, SÃO OS MEUS VOTOS,UM ABRAÇO CARINHOSO CELINA.

CESAR CRUZ disse...

Pois é, meu caro! Só Deus nos acudindo mesmo... Esse paisinho...

Abraço forte!
Cesar

ps. te mandei o email sobre nosso livros!

Sandra disse...

Todo o cuidado é pouco amigo.
Temos que esar atentos a tudo, e a todos.
Obrigada pelo carinho em vir me visitar. fico super feliz.
Cuirosa tem uma postagem pelo Aniver de Jaraguá do Sul. Vou te esperar por lá.
sandra

Web Statistics