sexta-feira, 9 de julho de 2010

AEDO CIBERNÉTICO * - O MESTRE SALA DOS MARES

Dentre as muitas formas de resistência às condições de vida e de trabalho da maioria da população brasileira, seja sob a monarquia, seja sob a república, uma revolta marcante foi a da vacina, em 1904, quando Oswaldo Cruz tentou imunizar a população do Rio contra a varíola e febre amarela. Sem aviso prévio, invasivamente e sem nenhuma campanha esclarecedora. Uma tentativa de erradicação e uma revolta contra a profilaxia.

A outra (1910) foi a dos marinheiros que ficou conhecida como a Revolta da Chibata, contra maus tratos aos tripulantes dos navios da marinha brasileira. O líder era o marinheiro João Cândido, também conhecido como Almirante Negro. Ameaçavam bombardear a cidade, se não fossem atendidos. ( a maioria era de negros). Houve uma relativa vitória dos insurgentes, pois os castigos físicos foram abolidos um dia após a Proclamação da República mas foram restabelecidos no ano seguinte (1890):

"Para as faltas leves, prisão a ferro na solitária, por um a cinco dias, a pão e água; faltas leves repetidas, idem, por seis dias, no mínimo; faltas graves, vinte e cinco chibatadas, no mínimo."

(J. M. Carvalho – Os Bestializados).

Foram violentamente reprimidos e o governo não cumpriu a promessa de acabar com a situação, prendendo os líderes e enviando outros para a floresta amazônica. O Almirante Negro foi expulso da Marinha e internado como louco.

Vejam essa pérola de música para ilustrar esse momento histórico que o compositor João Bosco produziu.
O MESTRE SALA DOS MARES


________________________________________________
* Na antiguidade, como a escrita era pouco desenvolvida, o AEDO cantava as histórias que iam passando de geração para geração, através da música. Depois, veio o seu assemelhado na idade média que era o trovador. Hoje, juntado tudo isso com a tecnologia, criei o AEDO CIBERNÉTICO.

3 comentários:

Chica disse...

Ficou muito legal,Zé! Linda criação! abraços,tudo de bom,chica

pensandoemfamilia disse...

Acho que os tempos mudam novas mas de expressão e divulgação vão se desenvolvendo. Parabéns pela sua criação.
A voz que não se cala.
Abços.

Toninhobira disse...

Uma feliz citação meu amigo,as vezes em conversa com jovens estudantes,triste comprovo que eles nao sabem certas fases da nossa historia,caso como este mesmo.Que se passa? Assim temos uma função de nao deixar apagar,assim como voce aqui nesta criação.Este video até o usei em site de relacionamento para aguzar a curiosidades dos jovens relacionados.Parabens por esta sua mente ativa e atenta.Um abraço.

Web Statistics