sábado, 27 de agosto de 2011

O BELO, O FEIO E O CONTEÚDO

Li um texto excelente da ElaineGaspareto, uma das ótimas blogueiras que conheço com dicas sobre como ter um blog de destaque na internet e descobri entre suas muitas e convincentes argumentações que os olhos falam primeiro no ser humano.

Desde as cavernas que a estética tem um apelo enorme nas nossas manifestações. O problema no meu entendimento começa quando esse apelo suplanta o objetivo ou a falta de objetivo da coisa. Outro dia (um outro dia que durou meses) houve uma enorme polêmica sobre um livro didático que o MEC teria autorizado nas escolas e dele dizia-se afiançar (até estimular) o falar errado entre os alunos. Eu não sei até onde toda a crítica tinha a ver com o conteúdo do livro. Li inúmeras críticas de gente que sequer conheceu ou viu ou leu o tal livro. Muita gente critica textos escritos com erros ortográficos e de concordância por causa da feiúra, mas não sei se toda essa gente tem o mesmo afinco para criticar (para o bem ou para o grotesco) o conteúdo dos textos. Nesses casos, é melhor que haja incorreções junto com um pensamento coerente do que uma sucessão de incoerências e absurdos mentais todo enfeitadinho. Será que foi assim que nasceu a preconceituosa piada da loura burra? Uma belezoca boazuda que tem dificuldades de manifestar-se coerentemente?


A comida que comemos costuma ser mal vista se o prato não estiver minimante bem arranjado e enfeitado. O segundo ato é o aroma e só depois o paladar é alcançado (e vejam que é ele que nos garante a entrada de alimento para a nossa sobrevivência saudável). E não podemos nos esquecer que o arroz e o açúcar são naturalmente escuros. Começamos a exigi-los branquinhos e quimicamente lavados por exigências estéticas, nada mais.

Eu tenho uma irritação muito grande quando implicam, por exemplo, com que roupa eu vou. Prefiro que as pessoas prestem atenção em minha integridade do que em minha aparência, pois dela, na maioria das vezes vem os julgamentos antes mesmo que a gente abra a boca.

Texto da Elaine (Blog um pouco de mim) :  aqui

27 comentários:

✿ chica disse...

A Eliane te inspirou lindamente.Realmente, temos que ver o "recheio" das coisa...não apenas a casca...abração,lindo fds,chica

Néia Lambert disse...

O importante e o bonito são as coisas que os olhos não veem.

Um abraço.

Berzé disse...

Quanta comidinha gostosa por essa Minas afora(e o Brasil), feita num fogãozinho tosco, feio, tímido...
Concordo plenamente com vc Cacá.
Até o lançamento do seu livro no 31 próximo!
Abração!
Berzé

Lúcia Soares disse...

É verdade, Cacá. Tem tanta coisa sem conteúdo algum escrita corretamente por aí...
Sempre senti dificuldade em não analisar a pessoa por sua aparência.
Herança.
Com o tempo, percebo que nem tudo que vemos, que temos à mostra, é o melhor.
Em matéria de vestimenta, então, se me julgarem, estou "frita"! O que menos me importa nessa vida é estar "na moda". Visto-me como quero e como posso.
Acho que bom conteúdo, para tudo, é o que importa.
Apresentação vale muito para os olhos, mas o que é apenas belo não atinge o objetivo.
Carinho, cuidado, desejo de agradar, limpeza, correção, gosto, cor...vale tudo (de bom) para atingir as pessoas.
Abraços!

Thomaz Ribeiro disse...

Concordo com você em parte. Mas acho meio improvável alguém conseguir expressar-se plenamente escrevendo de maneira incorreta. Porque a escrita é um círculo e quem escreve bem, geralmente possui um hábito de leitura (o que provavelmente a impede de escrever errado ou se o fizer, pelo menos procurar um dicionário a fim de sanar a sua dúvida). No entanto, não se pode ignorar fenômenos da literatura que passaram longe do apego á forma, como Patativa do Assaré e ultra brilhante Cora Coralina - esta, por sinal, parecia tomada por um espírito, tamanha a fluência de sua poesia.

RECANTO DOS AUTORES disse...

Cacá, a Elaine é mesmo uma blogueira maravilhosa,que sempre consegue expressar com clareza suas ideias!Ficou muito legal sua cronica e convido vc a ver sua entrevista tb lá no Recanto!Espero que goste!Bjs,

Valéria disse...

Oi Cacá!
Se a Elaine foi feliz na abordagem do tema você nã ficou atrás. Antes um feinho bom, do que um bonito vagabundo, isto serve para tudo, heim? Conteúdo sempre será mais importante, afinal não julgamos um livro pela capa.

Abraço e um ótimo domingo!

Vera Lúcia disse...

Olá Cacá,

Claro que a aparência tem seu valor,
mas não supera o conteúdo. Este sim é primordial.
Não confio em aparências, mesmo em se tratando de um prato refinado (rsrs).
Tenha um ótimo final de semana.
Abraço.

Leninha disse...

Por fora bela viola,por dentro pão bolorento,já dizia minha avó...e creio que a sua e de muitas outras pessoas...E olha,amigo Cacá,vemos pessoas sem o menor conteúdo,mas com uma bela"casca",atraindo multidões...
Obrigada pela ajuda lá no blog,realmente as pessoas que forem até São João e pegarem a Maria Fumaça,vão fazer um passeio inesquecível.
Bjsssss e um belo domingo,
Leninha

MARILENE disse...

Claudio, seria tolice dizer que a apresentação, seja do que for, não importa. Talvez não devesse, mas é fundamental. Você, quando passa os olhos pelos livros de autores desconhecidos, muitas vezes é atraído por uma bela edição, um título que desperte interesse.
Sou ligada em correção da escrita porque já li muitas petições cujos autores não deveriam estar a exercer a advocacia. O conteúdo e fundamentação pode até ser coerente, mas a forma de traduzí-los é primordial.
Mesmo com relação a blogs, óbvio que você só vai ler as publicações que lhe tragam interesse. Mas também sou ligada em sua apresentração, de forma que os visitantes tenham prazer de entrar na casa (outro local que amo ver belo e confortável).

Bjs.

Eva disse...

Concordo plenamente com você, as pessoas pré julgam sem conhecer, a integridade e coerência é que valem.Adorei o texto,beijos Cacá, vou me dar uma olhadinha nos outros posts, um ótimo final de semana.

。♥ Smareis ♥。 disse...

Oi Cacá, a aparência pode até ter um certo valor, mas o conteúdo é o que importa. Concordo quando você diz que as pessoas criticam com as escritas que tem erros ortográficos por causa da feiúra. Na verdade é muito melhor com certeza, que haja incorreções junto com um pensamento coerente do que uma sucessão de incoerências e absurdos mentais todo enfeitadinho. Conheço pessoas que adoram enfeitar os pratos que elas fazem quando recebem as visitas em casa, mas por Deus é um grude horrivel debaixo de tanta beleza. Prefiro sempre ficar com o cachinhos de uvas ,um pedaço de maçã que fica em cima dos enfeites rs.As aparência engana quase sempre. Prefiro mais a essência das pessoas.Um beijo e ótimo fim de semana!
Smareis

Cartas de Julieta disse...

Cacá,

O conteúdo para mim é fundamental. Um bom texto tem que ter coerência e coesão. Mas, acredito também que escrever corretamente é sinal de respeito com quem nos ler, afinal com tantos recursos via internet e com a ajuda de um bom dicionário, fica bem mais fácil fazê-lo. Bjs

Elaine Gaspareto disse...

Cacá, bom dia
Este sua crônica explica o motivo de não haver foto minha no blog, só uma, e mesmo assim tem que procurar rsrsrs
Desde o começo optei pelo avatar porque quero que as pessoas me conheçam pelo que vai por dentro, muito mais do que pelo que é externo.
Claro que o rosto é parte de quem sou, mas é parte e não todo. E neste mundo excessivamente voltado para a aparência, primeiro amamos ou odiamos pelo que vemos, e depois (ou não) nos damos ao trabalho de conhecer.
Tive um professor de História que era feio de verdade, e além de tudo grosso como uma lixa. Afastava as pessoas. E no entanto era um dos homens mais capazes e inteligentes que conheci.
Ele me apresentou o marxismo, me falou muito sobre as questões do Holocausto, falava da Família Real portuguesa com propriedade... e ninguém dava nada por ele, baseados na aparência.

Aparência, por mais clichê que possa parecer, não é tudo. Não mesmo, né?
Beijos, obrigada pela citação

Vivian disse...

Bom dia,Cacá!!!

Que bela inspiração!! O mais importante pra mim é o SER.
Eu amo imagens, elas me inspiram e me contam muitas histórias, mas se não houver CONTEÚDO, ficam vagando no espaço... Como tudo na vida, o bom mesmo é buscar o equilíbrio!
Beijos pra ti!
Bom final de semana!!

Sabor de Pitanga disse...

Oi, Cacá!

Concordo, em parte, com o que você diz. Nao acho justo julgar alguem pelo que ela veste, por exemplo, mas, no que diz respeito a escrever certo ou errado, meu pensamento diverge um pouco... Acho ridículo alguem dizer que saiu da faculdade (ou mesmo do segundo grau)cometendo erros gritantes!!! Mas, o mais intrigante é que se alguem fala "corretamente", nesse Brasil de meu Deus, é também criticado! Vá entender a humanidade!!!

Outro dia, recebi um livro de uma pessoa que "está na Academia de Letras" de um lugar brasileiro (sem citar nomes) onde um dos poemas tem uma frase assim: "... quando eu QUERER..." e outras coisas mais - confesso que quando li, quase dei um troço!

Dia 31.08 estarei daqui torcendo por voce, Cacá. Todo sucesso do mundo, eu lhe desejo!

Cecilia disse...

Confesso amigo Cacá que num blog por exemplo não reparo somente na beleza e sim em seu conteúdo, pois não se julga um livro pela capa a princípio, mas aparência em alguns casos me desculpe, é fundamental infelizmente. Não suporto frescuras de aparências em comida, o importante é o paladar aguçado sem aparências, pois o belo está na simplicidade, que adianta por exemplo um blog lindo, todo decorado, mas sem conteúdo algum, não passa nada de importante? Que adianta um livro maravilhoso sem conteúdo? O importante ao meu ver é o conteúdo com ou sem aparência. Em livros didáticos, têm que ter a junção dos dois e o uso correto da caligrafia e concordância, senão que aluno se quer formar? Muito obrigada pela sua presença e pelo carinho. Beijos amigo.

Maria disse...

Amigo Cacá infelizmente em tudo na vida, a primeira impressão é a imagem imediata. Quantas vezes é escolhido o bonito, em substituição do certo e com conteúdo.
Bom domingo
Beijinhos
Maria

Tais Luso disse...

Oi, Cacá:

É difícil acreditar num texto se tiver muitos erros, se for escrito sem os devidos cuidados, 'à moda Miguelão'. O certo seria uma boa apresentação com conteúdo. Aliás, como tudo na vida. Vivemos numa sociedade que exige cada vez mais sem dar as ferramentas iguais para todos. Então causa esta polêmica: conteúdo ou apresentação? Por que não os dois? Muitas coisas requerem, apenas, mais atenção de nossa parte. Um pouco mais de 'gosto' e de cuidado com a nossa imagem.

Beijos, amigo.
Tais Luso

Lua Nova disse...

"O essencial é invisível aos olhos..." isso é verdadeiro pra mim, mas tenho que confessar que, a aparência também é importante. Acho que uma pessoa que se apresenta bem vestida ao procurar um emprego (e por bem vestida não quero dizer "ricamente" vestida, mas limpa, penteada, cheirosa, cuidada) demonstra qualidades importantes pra quem pretende empregá-la. Não adianta negar. O ser humano é atraído pela beleza. Não é à toa que se capricha tanto em embalagens. É claro que uma linda embalagem com um conteúdo mediocre acabará sendo descartada. É claro também que o que realmente importa no fim das contas é o recheio.
Vou lá dar uma lida no texto da Elaine.
Beijokas, Cacá, e uma semana com o conteúdo perfeito pra te fazer feliz.

Cissa Romeu disse...

Oi Cacá ou José Cláudio! rsrs
Muito obrigada por comentar e seguir meu blog. O seu espaço virtual é muito bom. Por aqui me senti provando uma rara iguaria, senhor cozinheiro! rsrs :) Parabéns!

Quanto ao post. Julgar pelas aparências, não é o melhor caminho. Por aqui fala uma loira que pretende não ser burra! rsrsrs

Volto mais vezes, e espero que você me visite por lá! A opinião de um novo amigo, sempre é importante!
Parabéns!
Grande abraço!

Lena disse...

Cacá
Mais um excelente texto seu; já estou ficando viciada em vir aqui... Perfeita construção e o desenvolvimento de sua opinião a respeito do tema. Concordo plenamente. Bjs com carinho!

Lilian disse...

Mas não é que é mesmo? Se o camarada consegue dizer o que vai na cabeça e na alma com coerência, pra mim é o que basta. Erros da escrita são corrigíveis. Não saber expressar uma ideia é que é dose. ´Té mais...
Lilian

Lívia Azzi disse...

Estava lendo os diários de Anaïs Nin e entre outras uma frase me chamou atenção: "o luxo não é uma necessidade para mim, mas coisas bonitas e boas são". Isso se aplica tanto para o visual quanto para o conteúdo. É o que nos atrai: uma boa medida, o que é feito com cuidado, ponderado e bem construído.

Abraços!

Toninhobira disse...

Beleza de dica Zé, estive por lá e não há como não concordar com as colocações e os exemplos citados saõ bem visiveis aos nossos olhos.
Mas, com que roupa eu vou? Vou com aquela que não ofusca o que sou.
Uma bela cronica dica amigo.
Um abração e bela semana na paz.

Web Statistics