domingo, 29 de agosto de 2010

BEBEZÃO

Eu e a magnífica escritora e amiga Rosa Pena na bienal do livro em SP dia 14/08/10

UMA RESENHA DA ROSA PENA PARA O MEU LIVRO


Difícil escrever uma resenha quando fala mais alto a emoção. Fica, portanto, uma crônica de vida corrida. Ah! Ela tem me obrigado a praticar Cooper existencial.

Mas,
é que de repente, não mais que de repente ganhei um amigo e estou na tentativa de ficar isenta de carinho para escrever sobre o livro dele, não por retribuição por ele ter escrito sobre o meu livro. Não estamos fazendo álbum de elogios, não precisamos trocar figurinhas. Escrevo por ter gostado demais de ler A vida do bebê quarentão.

Deixo a lua e venho para o micro buscar as palavras que descrevam o novo livro de José Cláudio Adão. De cara sinto o humor inteligentíssimo do livro A Vida do Bebê (segunda parte - de 40 para frente). O título já é a prova do que disse anteriormente. Muito bem bolado!


O livro traz fatores essenciais para o bem viver nessa segunda metade da vida. Ele, porém, deixa claro que não é auto-ajuda, mas se a existência (à vera) começa aos quarenta, onde costumamos dizer que aprendemos tudo e ainda não esquecemos nada, fica a pergunta no ar... Por que tanta crise nessa idade?


José Cláudio nos dá algumas das respostas que o início da maturidade adora questionar e junto nos dá (entre boas reflexões), saudáveis puxões de orelhas e risadas.


Na minha eterna falta de tempo comecei a ler e o bendito apareceu. Junto com ele a consciência de tempo ganho, bem aproveitado, pois valeu a pena ler cada linha desse excelente escritor mineiro.


O cotidiano pode ser uma maravilha. Como disse Johnny Alf: "O inesperado traga uma surpresa". E trouxe daquelas boas.


Experimenta e depois não diga que não
confia em ninguém com mais de trinta! Com menos? Nem nasceu né Zé Cláudio? 












11 comentários:

Adh2bs disse...

Meu camarada.
Melhor não poderia ser dito sobre o seu livro.
Grande abraço, ótimo domingo e um belo início de setembro pra todos!
Adh

Adh2bs disse...

Prezado Cacá.
Só hoje tive tempo de "tirar o atraso" e ler seu depoimento sobre a bienal do livro - onde me parece que o excelente escritor se revela também um ótimo fotógrafo - passando pelas deliciosas crônicas sobre o dinheiro ou dívidas e os versos sobre o plágio e o "uai". Sempre me encanta seu bom humor e a fineza espontânea de suas crônicas e poemas. Outro abraço,
Adh

rosa pena disse...

Querido..
Você merece! Pela escrita formidável e pelo carinho sem medida! Um beijo carinhoso / Rosa
ps: a foto não abriu!

Chica disse...

Uma resenha daquelas maravilhosas ,mas bem merecidas,como Rosa sabe fazer!

Adorei ver aqui e lá na Rosa!

abração,tudo de bom,chica

Celina disse...

Cacá,uma semana bem legal para vc. igual a resenha do colega, quem não fica satisfeito, de ver o seu trabalho feito com tanto carinho e amor,. receber um comentário que cada vez o empurra para frente. Parabens mais uma vez, Abraços, Celina.

Lua Nova disse...

Caríssimo Cacá

Não vejo a hora de ler seu livro.
Adoro textos inteligentes, mas têm que ter essa dose de bom humor que a Rosa garante que tem no seu.
Vou adquiri-lo e depois eu mesma comentarei no Chocolate.
Beijos e uma semana linda pra vc.

pensandoemfamilia disse...

Oi Caca

Fiquei bastante curiosa sobre a seu livro. A resenha nos desperta bastante o interesse.
Ficamos de trocar sobre isto, lembra. Esta semana que se inicia será corrida para mim, pois vou viajar dia 02, mas na volta falaremos mais....
Abços
Bom domingo

Toninhobira disse...

Como leitor do livro assino a belissima homenagem e vivo com voce a imensa emoção.Voce merece pela criação bem bolada e escrita do Bebe.Meu abraço Zé.

Geyme disse...

Eu tenho o orgulho em bradar aos 7 ventos que já li e tudo que me resta a fazer é propagar a obra e recomendá-la aos mesmos 7 ventos!! Ótima resenha, faz juz ao escritor, vc merece!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! Beijos e beijos!!

Jaime Guimarães disse...

A cada resenha feita, maior a vontade de ler este livro. Em breve arrumarei recur$os e com tempo disponível para deleitar-me com essa leitura!

Um abraço!

Web Statistics