sexta-feira, 17 de junho de 2011

TRAGÉDIA HUMANA DIÁRIA - VIOLÊNCIA NAS ESCOLAS

imagem gazetadopovo.com.br



A Polícia Militar de Minas informa que nos últimos 3 anos foram atendidas 4335 ocorrências em escolas públicas  e privadas no estado
- são mais de 1.100 por ano
- são mais de 35 por mês
- é mais de 1 por dia
- O sindicato dos professores de MG informa que nos últimos 5 anos reduziu drasticamente o contingente de professores no mercado de trabalho. A cada ano menos pessoas estão dispostas a encarar uma sala de aulas.
Que mundo estamos deixando para as novas gerações?
Que homens e mulheres estamos preparando para o mundo?


Fonte: Jornal hoje em dia, 25/5/11

9 comentários:

Inaie disse...

me corta o coracao ver que muita crianca/adolescente e criado num meio onde nao ha oportunidades, nao ha exemplo. Fico apavorada quando vejo o ciclo se repetindo, as epssoas presas nesse redemoinho...

Sabor de Pitanga disse...

A violência, tomou conta do mundo! Aqui na Alemanha é uma coisa absurda!!!... Já pelas chacinas que acontecem, dá para se ter uma idéia do dia-a-dia aqui...

...

Deixei isso aqui abaixo do seu comentário no Sabor de Pitanga, mas, quero deixar aqui também:

Nada a agradecer, Cacá! Eu que me sinto muito impotente em não poder ajudar você ou outra pessoa que necessite! Ah, como é ruim isso... Ajudar, ouvir, entender, até mesmo sofrer com o próximo é nossa obrigação. A solidariedade acima de tudo! Eu penso assim...

Espero que sua dor esteja mais amena, porque esquecer é totalmente impossivel, eu sei!

Muita paz para você e sua familia.
Abração,

Ana Pitangueira

Lúcia Soares disse...

Cacá, é assustador mesmo!
Sou professora que conseguiu dar aulas por apenas 2 anos, logo que me formei.
Há mais de 30 anos convivi com alunos, do turno da manhã, que não tinham compromisso com as aulas, os trabalhos para casa, um andava com um canivetinho no bolso.
Nunca ameaçou ninguém, mas era temido porque sabiam que ele portava um objeto "proibido". Fiquei desencantada logo, e nunca mais lecionei.
Se fosse hoje, certamente já teria largado a escola, mas essa é a solução? Perdemos o controle sobre umas crianças? O que é isso, heim? Tenho sobrinha que é professora em escola municipal, super bem dirigida, rígida, e o problemas maior que enfrentam são...com os pais!
A criança não pode ser chamada a atenção por nada, senão os pais aparecem (mas nunca vão a reuniões...) e destratam as professoras, ameaçam acusar a escola na Secretaria da Educação, o que pode dar até demissão ao professor, sabia? Uma loucura!
O grande problema das crianças de hoje é...a família dessa criança! Inacreditável!

Amigo, reservei um Selinho pra você. Sinta-se à vontade para trazê-lo ou não. Dentro dos meus seguidores, foi difícil escolher apenas 12, mas os nomes foram surgindo rapidamente em minha mente.
Beijo e bom fim de semana.

Mariazita disse...

Olá, Cacá
Não sou professora, mas tenho uma filha e muitos outros familiares e amigos dentro da profissão; por isso estou bem a par do se passa hoje em dia nas escolas - o mesmo que acontece no Brasil.
Ao longo dos últimos anos foi-se retirando autoridade ao professor; a violência a nível mundial aumentou assustadoramente, logo, também nas escolas; os pais, na sua maioria, demitiram-se das suas funções de educadores, remetendo para as escolas essa responsabilidade, ao mesmo tempo que não autorizavam os professores a atuarem em conformidade...
Todas estas coisas, e muitas outras, contribuiram para o estado calamitoso em que se encontra a Educação em todos (ou quase todos) os países.

Desculpe este desabafo tão extenso:)))

Bom fim de semana. Beijinhos

Tais Luso disse...

No meu tempo íamos para a escola com segurança, respeitávamos os professores e professores respeitavam os alunos.

Nada deste horror passava pela nossa cabeça. Hoje é uma bagunça, um escárnio, ninguém se entende. Por que será? Educação, violência, valores, o miserável salário dos professores, valorização do ser humano, drogas. E fazer o que?

Está tudo lá com os 'homi', no coração do Brasil... Mas parece que o nó está muito apertado.

Um beijo, Cacá!
Tais Luso

✿ chica disse...

Isso é tremendamente preocupante e não temos mais tranquilidade com nossas crianças nas escolas.Pena., pena mesmo! abração,lindo fds,chica

Cynthia disse...

Nossa é de deixar nos perplexos mesmo. Muito triste essa estatística.
Abraço Cy

Sueli Gallacci disse...

Lamentável Cacá!

Creio que o exemplo deve vir de casa, dos pais! Isso se resolveria com boa educação 'à moda antiga'. Filhos que não respeitam os pais não respeitam os professores, isto é óbvio!

Pais ausentes, mães mais preocupadas com a carreira profissional... ou a outra ponta, mães que são arrimos de uma família numerosa por que se separou, ou nem chegou a casar-se, tem que trabalhar dobrado... E os filhos?... A rua educa!

É triste, mas é verdade! É o preço que pagamos pela 'modernidade', pela tal 'evolução humana'.

Tem coisas que não podem ser modernizadas - a família tradicional, por exemplo! É a instituição mais perfeita que Deus criou!

Um beijo grande, parabéns pela postagem!

Beth/Lilás disse...

Olha, pode parecer o que chamam de 'teoria da conspiração', mas acho que tem muita infiltração de estrangeiros em nosso país, incentivando coisas ruins para que nosso país não cresça neste sentido. Repare que é justamente na raiz que eles agem, ou seja, na juventude, não deixando que ela cresça, matando-os cedo, seja na droga, na bandidagem, na prostituição, na pura falta de educação e cultura.
Sinto que o Brasil tá por um fio, embora tenha muita riqueza, mas nosso povo é decadente, pobre e ignorante.
Esta minha última viagem em que fui ao Chile, sinceramente, fiquei deprê ao constatar o quanto estamos distantes em civilização crescente em comparação com nossos vizinhos de América do Sul. tô triste!
bjs cariocas

Web Statistics