sábado, 18 de junho de 2011

O QUE ME OPRIME (TAMBÉM)

Desde que a coisas não trilhem muito fora de uma direção que é vendida como o melhor dos mundos para todos, haverá sempre defesa da democracia. A guerra é o instrumento de mais alta eficácia no arranjo das coisas na civilização humana. Não tem que ser necessariamente a guerra sangrenta com baixas humanas e materiais. Há guerras mais sutis e diárias pela preponderância, seja de sistemas de pensamento, seja de modelos econômicos, seja de modos de comportamentos.



Liberdade, essa palavra que o sonho humano alimenta, que não há ninguém que explique e ninguém que não entenda." Cecília Meireles

4 comentários:

Cinderela Descaída disse...

Olá!
Uma frase que peguei do filme Encoraçado Potemkim: "Revolução é guerra. De todas as guerras conhecidas pela História, é a única defensável,moral e justa e verdadeiramente grande". Quem disse isso? Lênin. Que medo, não?
Abraço,

Flor da Vida disse...

Amigo, penso que vivemos em guerra com nós mesmos, com nossos impulsos e dilemas interior...


"Liberdade não é apenas ser ou fazer, ter tudo aquilo que se tem vontade...
Ser livre, não é estar ou viver à roda, tem que se SER, ou seja viver independente, em sua própria identidade..."

Amigo querido, deixo carinhos mil pra ti, viu?
Beijos
Suelzy

DEVA disse...

Acho que a maior guerra de todas é a cultural. Derrubar costumes pré-estabelecidos e nem sempre benéficos. E esta, acontece diariamente.

Ler seu blog faz mto bem Cacá, tem de tudo um pouco, não tem como sair dele sem questionar. Questionar os acontecimentos atuais, nossa sociedade; como nesse post, a própria liberdade e o que fazemos com ela. Ou simplesmente rir. Adorei os trechos do seu livro brincando com as palavras, ri muito. Li por esses dias.

Ótimo restinho de semana
Bjs
Deva

Sabor de Pitanga disse...

"Liberdade", palavra que na minha concepcao, nunca existiu e nem existirá!!! Desde que o homem dependa de outro para viver, nao haverá liberdade! O que há é a pseudo-liberdade...

Abracao, Caca.

Web Statistics