quinta-feira, 9 de junho de 2011

DE VOLTA

A POESIA DE PAULO ADÃO


AGRADEÇO A TERNURA E O CARINHO DE TODOS QUE SE SOLIDARIZARAM COM ESSE MOMENTO TÃO DOÍDO.   MUITO OBRIGADO A TODOS , AS PALAVRAS DEIXADAS NOS COMENTÁRIOS FORAM UM BÁLSAMO PARA MIM E PARA TODA A MINHA FAMÍLIA. NOS PRÓXIMOS DIAS PRESTO AQUI UMA HOMENAGEM AO MEU TÃO QUERIDO E ESPECIAL IRMÃO COM A POESIA DELE MESMO.
+ 24/02/1959  /  06/06/2011



De volta

Boa noite palavras
versos, idéias, pensamentos
regresso para sua intimidade

Havia fugido para o trivial
Escorregando, afoguei-me no vazio
no poço das futilidades

Escapei, já quase idiota
desse lamaçal às canelas
ainda tenho sujos os pés

Vim redimir-me nesse retorno
pedir a benção dos vocábulos
banhar-me novamente em versos
lambuzar as mãos da tinta
implorar a companhia da solidão

Cá estou!
Acolhe-me mundo abstrato
dimensão de presságios e contemplações
que sou teu.

14 comentários:

Maria Emilia Xavier disse...

Linda essa homenagem que você está fazendo e a nós, presenteando com Poemas de rara beleza. Se você permitir um pedido eu gostaria de ver aqui realçado um Poema do Paulo que gostei muito, é o "Lembranças essenciais", eu o li lá no "Recanto das Letras" e era o que gostaria de ter colocado lá no "De olhos fechados",mas não foi possível.

Alexandre Mauj Imamura Gonzalez disse...

seu irmão, um talento especial como o seu, o dom da palavra.

que ele esteja bem aonde ele estiver, meus sentimentos, amigo.

deixo aqui um forte abraço a vc e sua família.

✿ chica disse...

Linda poesia de Paulo que de onde está deve estar te agradecendo. abração,chica

Denise disse...

Mais do que laços sanguíneos e afetivos unia vcs, não é Cacá? O talento prar a escrita, o dom - fazia dos irmãos, parceiros no prazer.

Um grande abraço, meu carinho e admiração - pelo gesto e pelo presente que nos tem dado.

zelia maria disse...

olá meu amigo querido, estou por aqui também para te falar da minha solidariedade ante a sua dor e dizer que o seu irmão deixou um belo rastro de poesia, beijo de zélia

Yasmine Lemos disse...

Cacá,extravase assim mesmo,como faço com meu pai.As poesias deles são muito eles perto da gente.
um abraço amigo

Jardim das poesias infantis/Magia em versos disse...

Belíssima homenagem Cacá!
O que levamos daqui senão o carinho e amor das pessoas?
Paz, luz e harmonia sempre.
abração

pensandoemfamilia disse...

Cacaaa fortes plavras o trecho final é de uma beleza e realidade indescritíveis.
Abraços

por Hope* disse...

Que linda a poesia...
Esse carinho com certeza ele está sentido!
E ele além de vivo na mente dos que o amam, vai estar sempre presente em suas próprias palavras.
Abç querido!

Toninhobira disse...

Um texto eleito por mim deste o primeiro contato com a obra dele.
Estamos juntos amigo.
Meu abraço.

Flor da Vida disse...

Amigo, aqui estou pra lhe deixar um abraço, meu carinho, e admirar mais uma vez o magnífico trabalho do seu irmão...

Beijos de Luz

Diogo Didier disse...

Obrigado pela visita no niver do meu blog! sua presença me deixou MUITO FELIZ!

bjoxxxxxxxxxxx no coração!

Diogo Didier disse...

lamento MUITO pela sua perda Cacá! Deve ser muito dificil perder alguém tão especial, como foi o seu irmão...

Pelo visto o dom de mexer com as palavras é algo de família neh?! LINNNNNNNNNDO esse poema é o retrato disso...por mais que a materia tenha deixado a terra, o legado que ele deixou ficará eternalizado na profundidade das palavras dele!

Que Deus Acalante vc e sua família nesse momento!

Força amigo! bjoxxxxxxx no coração!

Web Statistics