quinta-feira, 18 de novembro de 2010

O DIPLOMA E O SISTEMA

imagem google


Em terra de cegos quem tem um olho é rei. Então se você não enxerga nem um palmo à frente de seu nariz, pode ser um fortíssimo candidato a súdito. Assim é que vivemos nesse mundo arrevesado. O desenvolvimento de habilidades tem sido muito mais importante para a formação de dominadores e dominados do que o processo de aprendizado formal na prática. Que fique bem claro: na prática. Bem que diziam antigamente: “na prática a teoria é outra.” Agora entendo mais completamente essa máxima.

Veja a história da humanidade. Da academia e do liceu gregos até a escola capitalista muita coisa se perdeu. Caímos todos no conto de que a escolarização é o valor mais importante para se desenvolver material e socialmente. E quem é louco de dizer o contrário? Ela (a escola formal) abre as portas para muita coisa, sem sombra de dúvida, mas não é o essencial e já está mais do que provado por todas as famas construídas ou inventadas pelo dinheiro que estas não estão necessariamente ligadas - ouso dizer - na maioria dos casos, aos anos que se passou na escola. Imagine trabalhar para um milionário que teve pouquíssimos anos de escolarização! Temos milhares deles por ai. Ele pode contratar todos os doutores que quiser para servir-lhe (e estes ainda podem se sentir orgulhosos por isso); vai ser respeitadíssimo na sociedade a despeito de toda a ignorância escolar que possuir. 

Se as habilidades se juntarem ao conhecimento, então a pessoa pode se tornar invencível em argumentos e práticas que lhe levem ao topo de onde ela desejar. Seja num sucesso construído com trabalho honesto, seja no surrupio puro e simples com vemos muito por esse mundão afora. E tem ainda uma terceira onda que é aquela que mescla a aparência de honestidade com a sutileza da enganação. E é nesta última que embarcam os pobres mortais que vivem sem tempo de pensar muito e trabalham demais para sustentar alguns adoráveis malandros alçados ao posto de “vencedores”.

Bater de frente contra isso? Não. Acho que seria uma afronta tão absurda quanto dizer que a fé em Deus é uma bobagem. O sistema de distribuição das oportunidades é que talvez se dê por caminhos diferentes daquele que temos que trilhar a partir do instante que temos contato com o aprendizado da leitura e da escrita.

 Quem pensou, sistematizou, transformou tudo isso em quase lei universal? Ninguém sabe, ninguém viu. É uma outra habilidade desenvolvida - com ou sem ajuda da escola.

_____________________________________________________
PS: não confundo escolarização com formação. Não confundo habilitação legal (diploma) com habilidades desenvolvidas ou inatas.



12 comentários:

Chica disse...

Acho que o diploma confere "poderes", porém ainda existem os concursos falidos, trapaceados feitos e que para se habilitar, há necessidade dos diplomas... Tantas palhaçadas e além do mais,há os QI( Quem indica)...

Acho também qu ganha-se o diploma e nada de experiância ou quase nada...

abração,chica

Neca disse...

Manda quem pode, obedece quem precisa? ... Infelizmente.

Beijin!!!

Celina disse...

OI cacá, adoro as suas crõnicas esta mesmo está ótima a pura realidade. Passei para te desejar um dia de muita paz. abraçaõ Celina.

pensandoemfamilia disse...

Muito boas as suas colocações.Vivenciamos tudo isto eee fico a me perguntar que caminho isto vai tomar?
Abraços

´Flor* disse...

Lindo Dia Cláudio..Dizia meu pai,este bendito canudo,atrapalha minha vida...É venho de uma geração,que muitos compraram os diplomas(ricos,ffilhinhos de papai) e ocuparam cargos homéricos,fora ou dentro das empresas das família.Mas de que vale nesta vida,para mim é o saber e não o ter..É por isto que ai vemos o desenrolar de muitas histórias..pessoas de realce empresarial,social,governamental,falando asneiras por ai e enfeiando uma nação inteirinha..Enfim nada sou,e continuo feliz pois o pouco que tenho eu me fiz sozinha..com garra,espirito de Guerreira.
Parabéns para os amigos que são,se fizeram e não durmiram nas aulas..Receberam seus Diplomas por bons méritos.Parabéns pela crônica.Bjuss\Mil\Flor*

LILIANE disse...

Cacá
meu pai disse ontem pra mim.
"fica tranquila minha filha, tem doutor com o diploma guardado na gaveta e sem trabalho, e tem aquele pedreiro que trabalha todo dia"
Só um diploma pode não nos dar tanto poder.
um grande abraço

Miriam de Sales Oliveira disse...

Cacá,um texto com muito discernimento.Lemdro-me de Henry Ford,acusado pelo Congresso americano por n/ ter escolaridade,logo n/ poderia gerir uma empresa do porte da Ford,na época,poderosissima e símbolo do capitalismo de resultados.
Ford respondeu:-N/ tenho saber nem cultura,mas,tenho espírito empreendedor q/ vos falta.E posso pagar gente como vcs p/ me ajudar na gestão.
A escola ,como funciona hoje,a meu ver,faliu.Enche-se as cabecinhas de coisas sem importancia e n/ as prepara para a vida real.Numa época de desagregação das famílias e perda dos poderes parentais,n/ se ensina Moral e Cívica,nem educação no trânsito,nem a fazer um orçamento familiar nem o respeito à vida.
Doloroso,né? bjs e parabéns p/ abrir esta polêmica.

Celina disse...

Oi Cacá,voltei para convidar vc para a brincadeira desafio dos 7 em meu blog.Espero que possa participar!Bjs,

Felipe Faverani disse...

Olá, Cacá, tudo bem?
Concordo plenamente com você, principalmente pelo fato de haver muitos jornalistas formados que ficam atrás de muita gente que sequer tem a oportunidade de fazer uma faculdade. Creio ser a faculdade da vida a que devemos apreciar mais mesmo.
Grande texto, parabéns pela iniciativa de expor isso.
Abraço.

Mari disse...

Oi caca boa tarde!
Suas crônicas sempre ótimas, me deixando com aquela vontade de qeu eu tivesse escrito.
Um lindo final de semana querido!
Beijos

HSLO disse...

Cacá,

Você foi ótimo na produção do texto.
Em muitos casos o diploma não significa nada...é preciso ter um padrinho para entrar. Na seleção de mestrado que participei, conheci muitas pessoasm, que já tinha uma vaga garantida por conta de ter um orientador como padrinho.

É o Brasil, fazer o que?

Abraços
de luz e paz

Beth/Lilás disse...

Ah, meu amigo isso é tão complicado, pois aqui mesmo na cidade maravilhosa, ao entrar num táxi desses amarelinhos, começo logo a ouvir do cara sobre os diplomas que tem e a explicação porque está atrás daquele volante.
Sei lá! Nós, os pais, temos a difícil missão de orientar nossos filhos para o saber, para a formação acadêmica, mas sabemos que muitas vezes, ganhar dinheiro e ser bem sucedido não está diretamente ligado a isto. No entanto, digo sempre ao meu filho que este, o conhecimento, é a única coisa que ninguém poderá tirar dele, ficará para sempre.
bjs cariocas e ótimo fim de semana!

Web Statistics