quinta-feira, 11 de novembro de 2010

O TECLADO

imagem: museudocomputador.com.br

- Não me venha com saudosismos de novo! Não é possível, você e essa sua mania de ficar comparando o passado!. 

- E nem é com o presente, minha querida, é com o futuro. O presente creio que nem existe, de tão depressa que as coisas estão andando. O presente foi ontem.

- Mas querer escrever de caneta não dá mais. Isso é só na escola, os meninos ali, nas primeiras letras. E olhe lá! Daqui a pouco eles também já estarão sendo alfabetizados em “carteclas”.

- Que isso, mulher?

- Carteclas são as letrinhas das teclas do computador. Cartilha feita de teclas. O único problema que falta pra resolver é alguém colocá-las numa seqüência alfabética. Isso iria atrapalhar aos que já estão acostumados com a disposição das letras no teclado. Aliás, quem inventou o teclado? Que maluco! Botou as letras todas misturadas, sem lógica nenhuma.

- É mesmo, nunca havia pensado nisso. Qual seria a intenção do cara que o inventou começando com o “Q” e terminando com o “M”?

- Dizem que foi um tal de Chistopher  Latham Sholes. No mínimo estava tentando datilografar o próprio nome, daí essa mistura toda.  É uma longa história que começa lá com a máquina de escrever.  Mas, você já está tão acostumado, por que lembrar da caneta? Aliás, está tão acostumado que agora só escreve em letra de forma, não mais em letra cursiva. Outro dia até o cheque você assinou com letra de forma!

- Confesso que a única vantagem no teclado é que a duas mãos doem por igual. Com a caneta é só uns dedos que ficam doendo. Minha raiva mesmo é com o circunflexo. Toda vez que vou colocar esse acento, ou sai só ele, ou sai o til no lugar. Isso, sem falar no quarteto traidor. Ficaram ali pertinho o S, o C, o X e o Z. Quantas vezes eu acabo trocando uma com outra! E o pior é quando elas têm o mesmo som na palavra! Quem vai acreditar, por exemplo, que o escelente que você escreveu não foi uma esbarrada no lugar errado? O texto poderia ter ficado excelente! Teve um dia que escrevi exxência, pode uma coisa dessas? Perdeu toda a essência.

-Inaceitável foi aquela troca de “és minha mulher” para “minha ex-mulher”. Vai me dizer que foi erro de digitação!?!?

- Ih, pintou xujeira! Quer dizer, sujeira!

imagem: museudocomputador.com.br

19 comentários:

Tati Pastorello disse...

Cacá, eu não sei o que está acontecendo no mundo, mas cadê sua coluna no jornal? Por que você é um talento se perdendo enquanto a gente lê tanta baboseira publicada por aí...
"O presente creio que nem existe, de tão depressa que as coisas estão andando. ". Vou destacar só este, mas o texto todo é brilhante!
Fiquei imaginando a "cartecla". Acho que na verdade a ordem do alfabeto é que vai mudar. Por que começar com o A quando na verdade a primeira letra é o Q?
Beijos.

Chica disse...

Genial ec divertida fslando de verdades.Adorei!

Tudo mudo com um errinho de letrinha,né? Nem te digo quantas cometi e com palavras tipo céu e esqueci UMA só letrinha e tunha que sobrar aquilo,rsrs... abração,chica

Beth/Lilás disse...

kkkkkkkkk
Quanta misturada e depois a culpa é do pobre teclado!
Pois eu posso lhe dizer que sou uma exímia daticlada, já que é pra criar neologismos, afinal trabalhei anos com máquina de datilografia (elétrica) e a minha intimidade com um teclado já é de longa data.
Digito tão rápido que não dá para conversar em MSN com algumas pessoas que não sabem usar o teclado com as duas mãos. Fico completamente ansiosa e largo rapidinho a conversa. hha
abraço carioca

M. Sueli Gallacci disse...

Muito bom Cacá!

Eu sou do tempo das máquinas antigas, as olivets da vida... Fui secretária lá nos idos anos 70. Dava uma dor danada nas pontas dos dedos!

Eu tbm cometo esses erros de tocar na tecla errada, ainda mais que meu teclado está com algumas letras apagadas. Vou pela intuição feminina hahaha... Mas comigo ninguém repara, já contei que não decoro palavras com letras com o mesmo som.
Agora digito tudo no Word antes e corrijo as grifadinhas de vermelho.

Me dei conta agora que o meu calo de estimação (dei até nome a ele!) que eu tinha no dedo anelar sumiu... Acho que esqueci como se escreve com a caneta. Nem cheque eu preencho mais, só ando com dinheiro de plástico... nooossaaaaaa, nem tinha me dado conta disso! Tinha que aparecer vc para me lembrar. Maravilha!

Um beijo enorme.

Celina disse...

Oi CACÁ BOM DIA, TUDO DE BOM PARA VC PAZ E LUZ, LÍ A SUA CRÕNICA ÓTIMA COMO SEMPRE, BARABENS AMIGO UM ABRAÇO CARINHOSO.CELINA.

Neca disse...

Vixe, e dizer que tive aulas de datilografia no colégio... e em papel pardo... Afff...
Beijocas!!!

Diogo Didier disse...

Concordo plenamente com o comentário da colega "Tati". Você deve ser alçado para o patamar jornalistico. Também costumo ler jrnais, quando tenho tempo, e vejo ABSURDOS sendo publicados, como se fossem as coisas mais sensatas do MUNDO.

Enfim, adorei o texto. Felizmente, ou infelizmente, o mundo está num processo acelerativo constante e por isso, é comum que os atos comunicacionais sofram o efeito disso.

A lingua, falada ou escrita, só configura esse avanço, pois o que para nós foi retrogrado, obsoleto, para as novas gerações se tornaram peças de museus ou coisas que nem existiram.

PARABÉNS pela abordagem amigo! bjoxxxxxxxxxx

Felipe Faverani disse...

Olá, Cacá, tudo bem?
Encontrei o seu blog e adorei os seus textos, os conteúdos e o humor impagável. Parabéns pela beleza com que os escreve!
Sobre o teclado, eu ainda prefiro a velha e boa caneta esfereográfica, gosto do que provém da simplicidade ainda. rs
Grande abraço e estarei seguindo-o.

Helena Frenzel disse...

Taí, concordo com a colega Tati Pastorello. Sei que parece chover no molhado, mas certas coisas temos mesmo que insistir e divulgar. Se eu conhecesse alguém trabalhando num jornal ou revista, com certeza te indicaria! Um abraço, muito mais inspiração :-)

Solange disse...

Cacá....

que texto delicioso !
é lógico que a gente não pode fugir da modernidade, mas amo receber bilhetinhos, pedaços de papel com a letra das pessoas... a mim são carregadas de uma magia especial....

é uma alegria especial ler seu comentário lá “Eucaliptos” !

beijo carinhoso...

Mulher na Polícia disse...

As vantagens de todos os dedos doerem por igual faz todo sentido. Até um tempo atrás eu tinha um calo big horrível no dedo médio da mão direita, por que? Canetão, né amigo.

Beijo, Cacá...
(Também Assino embaixo que que disse a Tati).

Sandra disse...

Estamos comemorando.
Você faz parte dessa Comemoração amiga.
Conquistar amigos é conquistar a esperança de de ter encontrado mais uma vida, mais um amigo.
Estou muito feliz em ter você na CURIOSA. Dois anos se passaram e os amigos só foram chegando. Tenho certeza que esta irradiação de pensamento foram se firmando aos longos desse dias, DESSE TEMPO.
A conquista de NOVOS amigos não é muito fácil. mas graças a DEUS tenho este carinho especial e A graça de conuistar as pessoas. A HUMILDADE, a Honestidade e Sinceridade é que nos aproximaram. Quando o coração é tranparente,tudo fica super fácil.
Ser verdadeiro com o outro é um Dom. o Dom da Sabedoria.
Muito obrigada pelo seu carinho e amizade. Estou muito feliz em ter você fazendo parte dessa conquista.
Amigos são verdadeiros frutos que vamos semeando ao longos dos dias.
a conquista é como ostra que encontramos submersas e vamos conservando, e deixando ela com um valor imensuravel.
A amizade é como OURO de longe se vê, é um brilho sem fim...
Obrigado AMIGOS de diversos pontos do BRASIL, MUNDO...
Estou feliz em ter vc a meu lado.
Amigos para sempre é o que nós iremos ser, na primavera ou em qualquer das estações.
Você pode estar longe, muito longe. Mas por te amar sinto você bem pertinho de mim. Pois mora no lado esquerdo do peito:CORAÇÃO...
carinhosamente,
Sandra

Toninhobira disse...

E num é que este negocio as vezes cria situações complexas? E ainda tem o tal de teclado amerricano,onde voce tem de fazer combinações de teclas,um horror.Mas sua cronica alem de saudosista carega o belo humor que lhe cai bem,sempre bem e oportuno.Um abraço Zé.Estou as voltas com os ativos/contabeis numa auditoria de ANEEL e tem tomado meu tempo, mas vamos por ai.Dias de luz para voce amigo.

lis disse...

Oi Cacá
estou rindo a gargalhadas, precisei dar uma pausa rsrs
Ah essa nostalgia velada rsrs
muito se parece com as minhas hehehe
e o meu teclado anda temperamental, insiste em me afrontar rsrs
Agora essa troca de letras pode realmente pintar sujeira kkkk rs
abraços, fique bem

Uni ver sos disse...

Hehe...

não tem como não abrir um largo sorriso ao ler esse diálogo,
muito bom, meu caro Cacá!
Eu tb não havia pensado na disposição das letras no teclado
de tão acostumada a teclar,
estranhei que elas não estivessem colocadas em ordem alfabética..rs

Isso me fez pensar numa ouuuutra coisa, talvez por influência do último blog que estive agorinha antes desse. O brasileiro, de um modo geral se acostuma com tudo, e se acomoda. Como disse o sr. Stollone: 'Podem explodir tudo lá que aquela gente morre rindo'

Abraço, meu amigo!

Ξ ѕ t є я ツ --> vou morrer assim..

Yasmine Lemos disse...

rss eu quero meu caderno de arame!!! muito bom .
um otimo feriadão
abçs

Cantinho do Neno disse...

oi cacá , gostei de ver a minha janelinha no teu blog no meu não tem a tua porque dai o blog fica demorado bjs neno

Web Statistics