segunda-feira, 22 de novembro de 2010

INCERTEZA

O Pensador - Rodin (imagem google)

Se transfiro a vaidade para a alma cresço
Se esta vaidade me apraz me reconheço
Se sofro com pequenas coisas mereço
Se vivo no benefício da dúvida calculo meu tropeço

Nas ondas alfa, beta e gama me embrenho
no descaso que com o pensar venho
Pode ser apatia ou será empenho?
Vou saber depois se certezas tenho

25 comentários:

Isadora disse...

Cacá, chegar por aqui e ler suas palavras cadenciadas é muito bom.
Certezas? Tão bom quando temos.
Não certeza de assuntos, de fatos, mas do caminho que devemos seguir.
Um beijo

Elaine Barnes disse...

As dúvidas nos levam a um caminho que nem sempre é o melhor pra nós. Eu estou bem amigo, mesmo sumida e sem inspiração,lidando com os problemas e tentado reverter a realidade caótica que eu mesma criei. Vou seguindo amigo. creio que sairei logo disso. Qto ao meu post é sobre uma pessoa muito próxima e querida pra mim que está sofrendo. Eu sem amar ninguém há muito tempo não estou correndo esse risco,só me faltava tb rs... Montão de bjs e abraços

Chica disse...

Lindo,cacá e tenho certeza que com todas incertezas és um ótimo escritor!abração,chica

Thatica. disse...

Se sofro com pequenas coisas mereço
Se vivo no benefício da dúvida calculo meu tropeço


amei essa parte... interessante. Combina bem com minhas dúvidas.. tropeços e obstáculos..

beijo

José María Souza Costa disse...

O que seria da alma, se não fosse a vaidade? Estou aqui lendo os eu blog, e encantado com ele.Mas, estou lhe convidando a visitar o meu blog, e se possivel, seguirmos juntos por eles. Assim agente une o Brasil.Estarei grato esperando por vc, lá. Abraços de verdade
http://josemariacostaescreveu.blogspot.com

Felipe Faverani disse...

Oi, Cacá, tudo bem?
De nada, merecido esse selo ao seu blog. Fico contente que tenha gostado. Grande abraço, paz e bem a você também.

Misturação - Ana Karla disse...

Quem tem certeza do merecimento grande ou pequeno?
Na dúvida vou agradecendo.

Estou sentindo uma sintonia por parte de alguns blogs por onde passei hoje.

Sempre muito grata com a presença.

Bom dia Cacá!

Xeros

Mariana disse...

A maior certeza q temos q sempre teremos nossas incertezas.
eu então, nem se fala.
Tenhas uma semana cheia de coisas boas.

Beth/Lilás disse...

Bom dia, Cacá!
Então, até como poeta és bom!
amei!
grande abraço carioca

Yasmine Lemos disse...

Bom dia Cacá!Não chegada a muita certeza, prefiro ficar me perguntando, do contrário, nada teria um sabor especial
abraços

Neca disse...

Cacá,
Lembro-me muito bem quando usaste essas palavras para interagir com um post meu. Sábias e pontuais, assim como você.
Beijocas!

M. Sueli Gallacci disse...

Cacá, mas que veia poética maravilhosa, hem... Sempre dizendo verdades da forma mais lírica que existe...

"vivo o benefício da dúvida e calculo meu tropeço"

Isso é mui belo!

Um beijo grande e bom findi!

Aleatoriamente disse...

Desculpa ir entrando e já deixando meu comentário.Mas gostei do poema.
E para os atos só o depois torna fatos.

Abraço Cacá.
Fernanda.

LILIANE disse...

"... vou saber depois se certezas tenho"
Cacá
que coisa gostosa de se ler e de perceber.
como ter certeza que eu tenho certeza?
Só depois!
um abraço do tamanho do mundo pra você.

Renata Diniz disse...

Penso a vaidade como o colesterol, tem o bom e o ruim. Vim também por causa de seu recado no Recanto das Letras sobre a postagem "Sabedoria e Simplicidade". Você não encontrou-a naquele momento, porque publiquei-a primeiramente no meu blog. Portanto, convido-o a ir até lá, assim você aproveita e conhece a outra casa, além do Recanto! www.renatadiniz.blogspot.com. Abraços.

Lua Nova disse...

Não acredito em certezas... acredito em tentar fazer sempre o melhor que podemos naquele dado momento, naquelas dadas circunstâncias...
Ler o que vc escreve sempre me faz pensar.
Beijokas, meu amigo, e uma semana feliz pra vc.

Mari disse...

Ah meu amigo....

Certezas?
Penso que seja o que menos temos em certos momentos...e do que mais precisamos em outros tantos!
Um beijo

Toninhobira disse...

De todas as incerteza há a certeza desta inspiração sábia e profunda num processo continuo de reflexão e fazer pensar.Momentos são estes que nos mergulhamos nestas e emergimos com ass respostas na ponta da lingua.Pensar e ser pensador desta vida toda feita de viagens à nossa mais profunda existencia.Muito bom, esta capacidade de sintetizar e falar tanto.Meu abraço de paz e luz.

Alexandre Mauj Imamura Gonzalez disse...

que venhas as certezas, muitas vezes as buscamos tanto e não as encontramos.
lindo texto.
abraços, meu amigo!

pensandoemfamilia disse...

Penso que vaidade enquanto reconhecimento próprio, cuidado com si mesmo, muito importante. Incertezas fazem parte da vida, mas quando elas se cronificam acabam paralisando.
Em rimas ambos são bem interessantes para se refletir.
bjs

Celina disse...

Oi Cacá,como sempre uma bela contribuição literaria seus Post,quando puder veja o email que lhe enviei.
Abraços Celina

T h i a g o MORET disse...

bom dia cacá, recebi o seu comentário lá pelo recanto das letras, vi alguns textos seus e cheguei até aqui no seu blog. Muito bom mesmo, parabéns! Já virei seguidor. Abraços, Thiago.

Web Statistics