sábado, 9 de julho de 2011

SALVEM OS HOMENS

imagem :daqui
Em BH a proporção é de 88 homens para cada grupo de 100 mulheres(leia aqui). Não é nada, não é nada, pode ser um tremendo TPM. Ou a cidade está ficando mais charmosa, mais delicada? Como Belo Horizonte é uma cidade onde predomina uma economia de prestação de serviços, esse componente faz arredar ainda mais pra lá homens, que vão buscar vagas em escritórios e indústrias, estas últimas quase inexistentes na cidade. Um dado preocupante é que nas faixas de idade mais jovens e nas mais velhas o predomínio feminino ainda é maior. As mulheres, além de tradicionalmente viverem mais, assistem jovens entre 15 e 29 anos perderem a vida com muita frequência por violências diversas (trânsito e drogas, principalmente). No mapa do censo, a proporção de homens é maior até os 9 anos. Sim, eles nascem em número maior e por aí dá para se ter uma noção de como morrem em abundância. É o retrato de uma cidade violenta.

Como não poderia deixar passar em brancos véus, foram analisar até o “mercado” para as uniões. Entrevistas com mulheres revelam uma disputa acirradíssima por um parceiro. Desleal ou não, isso eu não sei dizer, já que estou alijado desse “mercado” faz tempo por prazo de validade vencido. Já está longe a época em que se saía à noite e os lugares estavam infestados de barbudos e vozeirões. Aparecia uma mulher sozinha e tornava-se por unanimidade a miss do pedaço.

Eu que vivo criando movimentos sem pé nem cabeça nem adeptos vou acabar lançando o movimento Salvem Os Homens Antes Que Comecem A Virar Espécie Em Extinção.

30 comentários:

Luria Corrêa . disse...

É, Cláudio, o que a sociedade tanto muda, acaba prejudicando até a situação de quem nela age não é mesmo? Esse "modernismo" de drogas acabou um tanto com os valores pessoais. Depois vindo a violência, os roubos e as mortes. Isso é um tanto triste e um tanto alertante.

Mas Cacá, acho que os homens que as mulheres tanto procuram estão sim ficando escassos, mas não por índices de morte e sim por que a princípio elas ainda imaginam, ainda que não assumam, o tal cara do cavalo branco. Isso é difícil hoje em dia (sempre foi ?). Por isso muitas pessoas hoje em dia se casam mais velhas, percebem que o que elas queriam não aparece, e tarde aliás. kk Mas tudo bem, se você lançar o movimento, eu acompanho !kkk

Abraço Cacá.

Rô... disse...

oi Cacá,

nem me fale em cidade violenta,
meu filho mais velho mora em Contagem,
e sempre estou com o coração
na mão,
mas temos que respeitar as escolhas dos nossos filhos,
então vai lá,
mas hoje ele já sofre as consequências,
namorada tá difícil e emprego bom também,
só posso desejar a ele boa sorte,
e muito juízo...

beijinhos

Toninhobira disse...

Numeros assustadores,mas lembro que esta estatistica já mostrava um numero excedente e eu sempre cobrava esta parte,que seria minha de direito(rsrs).
Mas como as uniões estão diferenciando, este numero ficará assustador,mas é assunto para outra bela cronica sua.
Um abração Zé.
Meus comentarios estavam retornando com erros,espero que vá.
Inté mais!
Toda paz ai.

pensandoemfamilia disse...

Oi Caca
Esta questão é séria, vamos fazer um campanha rapidinho, que tal blogagem coletiva, rsrs,
Estou um tanto espirituosa hoje,,,Mas este tema dá muita preocupação e muito "pano para mangas".
bjs,

pensandoemfamilia disse...

Oi Caca
Esta questão é séria, vamos fazer um campanha rapidinho, que tal blogagem coletiva, rsrs,
Estou um tanto espirituosa hoje,,,
Este tema é preociupante e dá muito"pano para mangas.
bjs

pensandoemfamilia disse...

Oi Caca
Esta questão é séria, vamos fazer um campanha rapidinho, que tal blogagem coletiva, rsrs,
Estou um tanto espirituosa hoje,,,
Este tema é preociupante e dá muito"pano para mangas.
bjs

C. disse...

Cacá, nao é de hoje que ouco o homem tá (quase) em extincao. Os bons eu sei que já faz século mesmo hihihi


Beijinhos, ótimo fim de semana!

C. disse...

Tentei seguir seu feed tanto aqui em cima como ali embaixo no atom e nao deu certo, será é só comigo?
Ainda nao achei o plugin que atualiza as postagens dos blogs que sigo, um sofrimento, e os feeds estao me salvando a pele.


Beijos

Meire disse...

Cacá querido, vamos criar esse movimento porque sem vcs nós não vivemos!!! rsrs

bjokitas mil ;)

Milla Pereira disse...

Ah, meu amigo! Em outros tempos (acho) as coisas estava mais bem distribuídas em seus devidos lugares. Hj está meio dificil da gente saber as devidas posições, não é? Amigo, Te convido a conhecer meu novo Blog Ponto de Vista. Ficarei feliz com sua visita, obrigada.

Lis disse...

Oi Cacá
Passando pra deixar meu abraço e esticar esse grito SALVEM OS HOMENS!rs
Não há graça nenhuma num mundo feminino,a maioria bem exibida rs
os homens mais tímdos e discretos.
( que a mulherada não me ouça ...) rrsrrs
um bom domingo e excelente semana Cacá

zelia maria disse...

Boa noite zé, que tal a gente criar uma ong para defender o bicho homem mineiro? Pode contar comigo, beijo de zélia

mundo azul disse...

_____________________________

...é verdade! Existe um certo desequilíbrio gerado pelas rápidas mudanças que passamos... Os papéis, que antigamente eram bem definidos, estão um tanto incertos...Mas, penso que vamos recuperar o "caminho do meio"...

Vi seu comentário em outro blogue e vim conferir... Gostei!

Beijos de luz...

_____________________________

Suely disse...

"A violência contra homens se dá geralmente nas ruas, nos espaços
públicos, geralmente praticada por um outro homem. Já a violência contra a mulher acontece no espaço privado, em casa, e seu agressor é quase sempre um homem com quem a vítima teve ou tem algum envolvimento afetivo. A violência de gênero é um problema que está
intrinsecamente ligada ao poder e apresenta duas faces que se complementam: uma refere-se ao poder masculino, que impera sobre as mulheres; outra, uma
ideologia dominante que lhe dá sustentação." Trecho de um dos livros que organizei: Marcadas a Ferro. Nada se compara à violência doméstica e sexista. Ela parte de quem deveria dar amor, respeito, cuidado, carinho. É completamente diferente da viol~encia que aqui vc aborda, a violência urbana. Mas isso é papo longo... Beijos, Cacá.

Bixudipé disse...

Reflexões da sociedade. Mas, sabe que nem me importo com tantas mulheres -rs.

Abração.

Celina disse...

Oi CaCá, quanto tempo, estou um pouco ocupada, mais não deixo de ler as suas crônicas, vc sabe como eu as aprecio. li a da praia, eu disse meu Deus CaCá esta em Natal, depois vi que era apenas uma viagem. A de hoje é muito interessante, sempre foi assim uma disputa acirrada. Aqui os netos são maioria, só tenho quatro netas, mais o mulherio sentem de longe, também com os netos lindos que eu tenho rsrsrs. Um abraço amigão. Celina

Celina disse...

Oi CaCá, quanto tempo, estou um pouco ocupada, mais não deixo de ler as suas crônicas, vc sabe como eu as aprecio. li a da praia, eu disse meu Deus CaCá esta em Natal, depois vi que era apenas uma viagem. A de hoje é muito interessante, sempre foi assim uma disputa acirrada. Aqui os netos são maioria, só tenho quatro netas, mais o mulherio sentem de longe, também com os netos lindos que eu tenho rsrsrs. Um abraço amigão. Celina

Renata Diniz disse...

O problema é que [por vezes] mesmo em meio a tantas mulheres tem sido difícil o homem acertar uma boa companheira. Que me perdoem as feministas [rs]. Abraços!

CESAR CRUZ disse...

Cacá!

Como prazo de validade vencido? Nada disso, se não estas casado, caia neste mercado já! Afinal, haverá muitas moiçoilas alvissareiras interessadas nesses grisalhos cabelos, nessa prosa rica e nesse misterioso escritor!

Divirta-se, deixem-nas usarem-te todo (homem objeto), e me conte depois.

abço
Cesar

LUCONI disse...

Cacá do Recanto pulei pra cá, é muito bom ler tuas crônicas e vim ler mais, esta última apesar do assunto ser sério me fez rir, desde dos tempos de vovó menininha que ouço dizer que tem muito mais mulheres que homens, agora que homens e mulheres sérios estão em falta isto lá estão, tenho a impressão que virou uma bagunça, beijos Luconi

✿ chica disse...

Trata logo dessa campanha!!! E esses números assustam! abraçs,chica

Cinderela Descaída disse...

Adorei!
Ué, Cacá, quem disse que estás fora do mercado? Se bem casado e feliz, ótimo. Por opção então e, creio acertadíssima. Agora, se não for o caso, aproveita! És mercadoria escassa em um mercado sedento!
Bom domingo!

Eva disse...

ehehe, adorei o texto, meu filho quando tinha 4 anos me disse que era um animal em extinção, ehhe, deve ter ouvido por aí, se vc lançar o movimento, estarei apoiando, aproveitando já selecionamos qual a qualidade aceitável,ehehe bjo querido, um lindo começo de semana, para vc, Cacá.

Sabor de Pitanga disse...

Faca o "movimento" que eu sigo você, Cacá!!! rs

Mas meu querido, "espécie em extincao" o homem já está há muito tempo... você, como homem, nem pode imaginar como nos é difícil encarar essa disputa para conseguir um "homem" e, quando conseguimos, muitas vezes, temos que olhar, com bastante precisao no jeitinho das maos, no jogo de cintura e no movimento do pescoco... muitas vezes, é tudo muito delicado demais... é preciso prestar muita atencao se nosso baton nao está diminuindo de tamanho, rapidamente... Com esta história de CD já nao se sabe quem é quem!!!

A coisa tá feia, Cacá!!! rsrsrsrs

Lúcia Soares disse...

É, Cacá, por cá nessas bandas de MG a coisa não está boa pras meninas...Eu, com filha solteira (descasada) vejo que a situação é mesmo delicada. Não há a mínima possibilidade de se encontrar homens interessantes, ainda mais na faixa etária dela (pouco mais de 30). Ou são muito novos, ou bem mais velhos, babões, descasados também, mulherengos...Mulher está dando em pencas, sobra pra todo lado, e ainda mais que a tal liberalidade impera.
Triste situação da moça casadoira, que não está encontrando seu par!
Boa semana!

Tais Luso disse...

O que penso, é que hoje os relacionamentos são rápidos e meio conturbados. Basta ver as estatísticas: os casamentos duram em média 2 a 3 anos. As mulheres mudaram muito, enquanto muitos homens pensam exatamente o que se pensava a duas décadas atrás. A mulher passou a trabalhar, está em todas as frentes de trabalho, tem toda a liberdade do mundo, está pensando mais na sua vida futura, no seu desenvolvimento profissional. Casamento e filhos vêm, mas com o devido tempo, já não vem mais aos 19, 20 anos.
O homem, por sua vez, não acompanhou esta evolução, parece meio assustado... Pelo menos é o que falam em vários de seus depoimentos. Não é que não exista homens, o que não existe é um relacionamento duradouro. O mundo mudou, mas muitos não acompanharam. Não digo se está melhor assim ou pior, apenas é uma constatação.

Beijos, amigo.
Tais Luso

Aleatoriamente disse...

Risos...
Cacá,
confesso que alguns trechos li rindo.
Mas infelizmente é comprovado, não só na sua cidade, mais em algumas outras, que existem mais mulheres que homens.
Alguma parte de nossos jovens se dividem em drogas, álcool e isso infelizmente é algo muito preocupante.
E com certeza terá muitos adeptos lutando, junto a você para salvá-los. Risos...

Beijinho meu querido.
Fernanda

Beth/Lilás disse...

hehe
Graças a Deus que meu maridex não viaja mais pra BH! É muierada demais nesta cidade! kkkkkkk
bjs cariocas

Jaime Guimarães disse...

"Entrevistas com mulheres revelam uma disputa acirradíssima por um parceiro." Tá assim em BH? Eba, vou aí nas próximas férias! \o/

=D

Web Statistics