terça-feira, 5 de julho de 2011

NÓS VAMOS INVADIR A SUA PRAIA

A CHEGADA TRIUNFAL - imagem google
Dos sete mil e tantos quilômetros que o Brasil possui de litoral eu conheço uns poucos. Segundo os mais aficionados por praias e geografia, se levarmos em consideração as reentrâncias (por exemplo, o litoral de São Luis, no Maranhão) e saliências vai para nove mil e tantos quilômetros.

Aonde eu mais conheci de forma exploratória (turística, viu minha gente?) foi o Rio Grande do Norte. Nem preciso falar do resto do país. É muita beleza pra um mineiro só. E mineiro tem inveja de litoral. A gente fica aqui exaltando as montanhas mas louquinho para subir o morro e descer lá do lado do mar.

Como gosto muito de andar na contramão de onde todo mundo vai, inverti a tendência separatista que, não é de hoje, ronda esse país. Na escola primária aprendi que o Brasil tinha pouco mais de três mil municípios. Hoje tem  cinco mil e tantos. Minas mesmo é um estado muito separatista por conta de políticos(as) oportunistas. No meu tempo das primeiras letras aprendi que tínhamos 722 cidades, Já estamos batendo em quase novecentas. Eu pergunto: anexamos algum território inimigo? Invadimos algum lugar? Não, foi a criação de novos municípios, separatismo purinho.

Pensando nisso e na paixão desvairada pelo mar e lembrando do que o Roberto falou que “além do horizonte deve ter algum lugar bonito e tranquilo pra se viver em paz”, lancei um movimento para anexarmos o Rio de Janeiro e o Espírito Santo ao território Mineiro. Quando eu voltei do RN eu lancei o movimento “anexista”. Já sabemos fazer moqueca capixaba e falar como os cariocas é uma delícia, com o “s” espichado que nem “x”. Difícil vai ser combiná-lo com o nosso “r” caipirado. Mas isso a gente resolve depois tomando umas numa praia. Copacabana ou Ipanema? Guarapari ou Vila Velha?

PS: isso é apenas uma brincadeira sem nenhum propósito sério.

Anexionismo = s. m. || teoria que preconiza a anexação dos pequenos estados aos grandes, seus vizinhos, sob fundamento de afinidades raciais, linguisticas, etc.

19 comentários:

Aleatoriamente disse...

Ah Cacá e nem me fale isso rsrsrs.
Iria ser um céu não é?
As ligações seriam mais profundas.
Gostei da idéia.
Tenho vontade de conhecer Minas, mas minha vozinha já prometeu que em agosto, vamos da uma chegada até lá. A família dela é de Minas.
Conheci o Rio Grande do Norte com meus pais, passamos uns dias por lá e amei.
Genipabu é uma praia linda, entre outras que não recordo o nome.
Temos lugares que realmente parece um paraíso de tão lindo.
Risos...
Minhas amigas ficam me tirando aqui, com o sotaque, me esforço bastante para controlar, mais é muito difícil (risos.)
Mais é isso que torna um lugar especial, suas tradições, seus sotaques.
Mas não deixa de ser interessante essa brincadeira.
Cacá , obrigada pelo carinho querido.
Adoro tua presença (uai) o que posso fazer?

Beijo querido.

✿ chica disse...

Idéia legal essa!

E aqui no Sul, há uma lenda que diz que quando o Criador fez o litoral brasileiro, todo lindo, cheio de reentrâncias maravilhosas, ao chegar aqui, cansado, pegou o "lápis" e fez apenas um risco reto...

Assim, após Torres que é a única praia bonita, temos aquele retão e ainda com água Todynho certas épocas,srrs (quase sempre!!!)...abração,chica

Bixudipé disse...

Que pena ser apenas uma brincadeira! -rs
Eu, como bom capixaba, adoraria dividir a bandeira com esse povo tão alegre que vive a nos visitar. "Mineiros, o povo bão so!"

Abração.

Rô... disse...

oi Cacá,

pois é meu amigo,
diz meu mineiro marido,
que em Minas não tem praia,
mas tem "buteco",
e isso nos basta...
será mesmo?

o visual do mar,
a brisa,
e o pisar na areia,
nem cervejinha,
nem pinguinha nenhuma
substitui...

beijinhos

pensandoemfamilia disse...

Oi Caca
Sempre desejamos o que não está ao nosso alcançe....rs,rs,.
bjs

Tais Luso disse...

Oi, Cacá, se existe um lugar que gosto sem conhecer é Minas Gerais! Tá bom, não tem mar, mas é exigir demais. Nós temos, tirando Tôrres, um chocolatão, uma linha infinitaaaa.
Porém, nossa Serra, amigo, dá água na boca de tão linda. Mas não se pode ter tudo, sou feliz aqui neste meu rincão.
Na verdade, o Brasil inteiro é lindo demais por ser bem diferente entre si.

Um beijo pra você
Tais Luso

Beth/Lilás disse...

Pois é, Cacá, sua idéia é um pouco mirabolante, comum certo Q de politicagem mineira iXperta, mas eu até aceito a idéia, só que ao contrário, ou seja, porquê não anexamos Minas ao Rio ou Espírito Santo? hehe
Nós também somos bairristas que só! Eita nóis!
bjs cariocas


PS: Aproveito para indicar aos amigos o post que fiz no EmQuantos sobre O Mar. Se quiserem vejam aqui:
http://emquantos.blogspot.com/2011/07/o-mar.html

Meire disse...

Cacá querido eu moro no interior de Sampa e tenho que ver esse tal de mar todo ano para num ficar louca, o mar me traz paz, toda aquela imensidão azul eu amo!!! E sou toda encantada por sotaque, carioca, mineiro, gaúcho, acho o máximo!!!
Apesar de ser brincadeira num seria uma má ideia meu querido!! ;)

bjokitas mil pra ti.

Miriam de Sales Oliveira disse...

Ih,vai pagar multa!Nem falou da Praia da Barra ou de Itapuã,sequer Amaralina (sua mulher é ciumenta?) e ,muito menos do paraíso terrestre da mineirada,Porto Seguro.
Que é isso,amigo!
Essa baiana aqui exige conserto.Vinicius não saia de Itapuã,que chamava "o principado de Itapuã",sendo ele o príncipe,claro.
Vc precisa vir á Bahia,moço,ver o que nossas praias têm... rsss bjks

Lis disse...

Ia ser muito bom Cacá, os mineiros já são donos de metade das praias capixabas mesmo. Tem uma praia aqui de nome Carapebus que é toda de mineiros ,sabia? rsrs é uma combinação harmoniosa , salvo as implicâncias ... rsrs
Me recuso terminantemente a viver longe do mar mas paulistas( com praias distantes e mineiros sem mar ,descobrem outras formas de sobreviver no verão, cachoeiras, mntanhas , clubs, piscinas , enfim nada que substitua mas engana rs
O mar é mesmo um presente.
Vamos apoiar quando voce lançar a ideia,ok? rse são muito benvindos.
abraços Cacá obrigada pela atençaõ e carinho.

Mulher na Polícia disse...

É uma boa mistura Cacá...
Moqueca com pão de queijo e um feijão carioquinha no capricho!!!

hehehehe

Beijo grande pra vc!

Cynthia disse...

Olá José, depois que assisti o filme de Charles Darwin onde ele foca a América do Sul que tinha sido invadida pelo mar na época de Noé, vendo que o estado de minas tem muitas montanhas maravilhosas, naquela época tinham dúvidas de isso ter acontecido. Pois é amigo, você mora num lugar que o mar passou e não ficou. Quando vou ao Nordeste passo sempre por Minas, ela é sempre linda, rochosa e exuberante. Abraço Cy.

Mariazita disse...

Olá, Cacá
É impressionante como há semelhenças entre Brasil e Portugal!
Estou a referir-me à quantidade de municípios e cidades que proliferaram como cogumelos!
Cá aconteceu a mesma coisa. Por dá cá aquela palha uma vila virava cidade, o que implicava a criação de uma Câmara Municipal e um Governo Civil (e, principalmente, respectivos trabalhadores).
O atual governo está dando um geito nisso; começou pelos Governos Civis e a seguir serão as Câmaras. Mas... o que fazer com todo aquele pessoal que lá trabalha (ou finge que trabalha...)?

Quanto ao mar só lhe posso dizer que temos cá praias muito bonitas.
Contudo, gostaria imenso de conhecer muitas, brasileiras, que conheço por fotos e são lindíssimas.
Quem sabe um dia??? Não há como ter esperança :)

Uma boa semana. Beijinhos

Nilton Nascimento disse...

Caca, depois de tantas indas e vindas nas praias do (nosso) Brasil, descobrimos que somos os mais previlegiados, não só pelos nossos vizinhos Cariocas e Paulistas mas todos os Brasileiros, somos queridos por natureza, e respeitados. O mineirinho e sua cachacinha na praia conquista até o presidente(Obama), por isto que nós temos orgulho de ser mineiro.

Nilton Nascimento

Suely disse...

Eu não consigo ficar muito tempo longe do mar. Morei 4 anos em Brasília e cada vez que vinha a Recife sentia a maresia na hora que abria a porta do avião. Preciso saber que ele - o mar - está ali, perto de mim. Ou eu estou perto dele. E é tudo: o barulho das ondas, a cor do mar, o cheiro, a luminosidade no jogo com o sol. Tudo. Por isso, entendo o desejo de juntar os estados... mas qualquer dia venha visitar o Recife e invadir a 'minha' praia de Boa Viagem. Um abraço, Cacá. Tudo de bom.

Sabor de Pitanga disse...

Cacá, que bom se fosse assim... uma coisa que nao consigo entender essa história de "separativismo". O que nos separa sao apenas fronteiras, mas, existem pessoas que têm essas (fronteiras) na alma e no coracao! É por isso mesmo que existem tantos problemas no mundo! Mas, enfim, nao podemos extirpar essa IGNORÂNCIA irraizada no "outro"...

Que maravilha encontrar pessoas como voce! Mineirinho bom, uai!

Outro dia estava numa comunidade do orkut e uma senhora (também mineira) escreveu lá que "os nordestinos sao inferiores ao resto do povo brasileiro..." (?). Chocou-me, profundamente!!!

Ovelha negra tem em todos os lugares, CIDADES, ESTADOS, PAÍSES ETC. Lementavelmente...

Web Statistics