domingo, 6 de março de 2011

UM BLOCO BRASILEIRO


De manhã, as manchetes
No radio, jornal, televisão
“O Brasil agora começa
a funcionar”, eis a previsão
Vamos ver se não tropeça,
O carnaval passou
O ano novo lá atrás ficou.

Condenam o país
Que dizem, não quis
Abrir o ano em janeiro
Foi-se também fevereiro
Mas se engana quem assim pensa.
Quem crê na imprensa
Não vê o Brasil, funcionar inteiro.

Pára banco, shopping, pára loja,
Pára escritório, ar condicionado, oficina,
Pára, da pirâmide social,
Somente o andar de cima
Não atrapalha  nem desanima
No fim, fica tudo normal.


Quem acha que o leiteiro, o padeiro,
Motorista, metroviário, enfermeiro
Médico, mercadista, açougueiro,
Consegue parar prá pular carnaval
Ou é de Paris, onde se é mais feliz
Com muito glamour e dinheiro
Ou então não sabe o que diz
Não come, não bebe, não cura
Ressaca,  joelho, ranhura.

Essa gente que não pára, entra noite sai dia
Repõe  toda a nossa energia
Perdida em meio ao turbilhão
Depois de tanta folga, tanta folia!

UMA SINGELA HOMENAGEM AOS MILHÕES DE BRASILEIROS QUE SÓ TÊM NOTÍCIAS DO CARNAVAL PELAS CARAS QUE ATENDEM NOS DIAS SEGUINTES DA FOLIA.
 
 
* Será editado tantas vezes quantas forem as insistências dos que dizem que ninguém trabalha no carnaval.

11 comentários:

Helena Frenzel disse...

Bela homenagem. O Brasil está cheio de formiguinhas que trabalham arduamente enquanto as cigarras caem na folia. Um abraço fraterno, Zé.

Misturação - Ana Karla disse...

Verdade Cacá, tem quem trabalhe sim, e muuuito.
Também achei uma bela homenagem.
Xeros

Mulher na Polícia disse...

Nesse carnaval eu não vou trabalhar, mas muito colega meu estará trabalhando nesses dias.

Nunca tinha visto uma homenagem dessas...

: )

Parabéns, Cacá!

Sam disse...

Que bonita homenagem, Cacá.
Como sempre, você certeiro com as palavras, meu verseiro querido.

Cá entre nós... um beijoca pra vc: Muahh!!!!

Jaime Guimarães disse...

Em Salvador existe a crença de que ninguém trabalha (né, Marcelo Tas?) ao longo do ano, o que dirá no carnaval.

Coloque aí a galera que se mata no meio daquela multidão atrás das latinhas, os "cordeiros" ( os que seguram as cordas da exclusão - olha que nome!), os seguranças e vigilantes pelo circuito, a PM dando conta de 1 milhão de bêbados ensandecidos cantando "foge foge foge mulher maravilha", os músicos dos blocos menores que tocam hooooras quase sem descanso, enfim, tem bem mais gente.

Abs!

Fabrício Santiago disse...

Olá Cacá, quanto tempo sem dar um pulo por aqui e vc tb sem dar um pulo na acanhada Narroterapia. Bom, eu no fundo nem ligo pra carnaval, ele não muda em nada minha rotina, apenas acresenta um feriadão desnecessário pra mim. É isso ai grande abraço.
PS:Aproveito pra avisar que a acanhada Narroterapia foi atualizada por mim. É o 3º capítulo da saga Autópsia de uma Corneada. Te espero por lá com seus comentários.
http://narroterapia.blogspot.com/2011/03/autopsia-de-uma-corneada-iii.html

lolipop disse...

Olá Cláudio!
Vim conhecer seu blogue antes de iniciarmos o EnQuantos.
Parabéns, assuntos diversificados e interessantes, manifestando preocupações de ordem social.
Em relação ao Carnaval, aqui em Portugal, apenas a terça-feira é Feriado, e os festejos não têm o relevo dos daí...no entretanto, há sempre os que fazem ponte e os que trabalham...
Abraços

Renata Diniz disse...

Generalizar pelo sim ou pelo não é sempre ruim porque comete-se engano. Quanto à minha opinião pessoal sobre o carnaval, propriamente dito, penso que quando os limites entre a realidade e a fantasia não são bem definidos corre-se o risco da insegurança. Mas, se a imaginação forma uma ponte bem definida com a razão, a festa é encantadora! Aproveito o ensejo para contar que o visual de minha casa/blog mudou. Digo isso porque um frequentador da casa assustou-se relatando-me o choque de ter, inclusive, pensado que estava no blog errado! Não quero provocar mais sobressaltos! Mas, faco questão de explicar: o visual anterior foi uma homenagem à minha filha que nasceu pouco antes do blog. Agora, como ela já é uma mocinha de 2 aninhos (rsrs), eu decidi por uma aparência mais de acordo com as ideias do blog. Um excelente carnaval para vc e os seus. Abraços!

Nuvembranca disse...

Parabéns José!!! O meu esposo e filha trabalham!!! E como trabalham!!!! (risos) Parabéns, beijo da nuvem.

Toninhobira disse...

Afinal alguem tem que trabalhar amigo e esta gente que rala,trabalha para que as coisas/pessoas nao parem. Bela homenagem aos trabalhadores que neste instante estão salvando vidas, ou fazendo o milagre do trigo para o pão que estará em milhares de lanches.Aos que neste instante estão a recolher pedaços de seres rasgados nas rodovias assassinas.Enfim alguem trabalha e muito.Meu abraço de paz.

Pandora disse...

Boa, ótima!!! Nós, os pequenos, trabalhamos sem sessar, as vezes até sem férias e fim de semana, imagine de vamos ficar esperando Janeiro e Fevereiro passar para começar a lidar com nossos pesos e medidas!!!

E que seja mesmo reeditado e relido por todo tempo até que se diga que brasileiro não para pq é Carnaval!

Web Statistics