sexta-feira, 25 de fevereiro de 2011

NOTÍCIA E POEMA

Leia primeiramente esta notícia e  depois o poeminha

EMPRESA LIBERA FUNCIONÁRIOS PARA TRABALHAR SEM ROUPAS
Esqueça qualquer palestra ou curso de motivação de equipes que você já assistiu. Se você realmente quer motivar um grupo de trabalhadores, basta deixá-los nus. Pelo menos é assim que pensa o dono de uma empresa de marketing e design em Newcastle, Inglaterra.
Parece brincadeira, mas imagine se a empresa em que você trabalha resolvesse pedir para que todos fossem trabalhar sem nenhuma peça de roupa. O escritório decidiu quebrar as tradicionais regras do bem-vestir, orientada pelo psicólogo David Taylor e encorajada pelo chefe. O objetivo é alcançar melhores resultados e impulsionar o espírito de equipe...


______________________________________________________________
Aí eu fiz um:
POEMA DOS PELADOS


Não sou bravo nem forte, nem filho do norte.
Mas eu vi
Bundas e peitos em fartura
Lelecas , bililius, soltos sem corte
Relaxados  e nada excitados
Apenas desnudos na execução
Meninos, eu vi.

Ninguém assanhado , ninguém “atirado”
Não deu confusão
A chefa, primeira,
tomou dianteira
Mandou todo mundo
ficar peladão.

Gente pelada  para todos os lados
Tirando xerox nas repartições
Pra lá e pra cá
Sem frio ou  calor
Nenhum arrepio
Nas peles desnudas,
meninos eu vi.


Na hora do lanche, da venda ou almoço
Será que pelados , não deu alvoroço?
E se as visitas, clientes, vizinhos
Achando calientes
Resolvem arriscar?
Um olho em produtos
e outro nos frutos
Que os corpos pelados
Permitem mostrar?

Está funcionando a todo vapor
A firma da turma
Que roupa não usa
Mas que tem valor
Cria, vende, lucra
E ninguém recusa

Meninos, meninas
Que coisa maluca
O que escrevi
É coisa bem séria
Não é para rir
Nem é deletéria,
meninos, eu vi.

17 comentários:

Inaie disse...

querido, eu nao ia dar conta de ir trabalhar pelada nao. nao antes de passar por um super regime, fazer as plasticas necessarias...

mulheres, bah!

Alexandre Mauj Imamura Gonzalez disse...

ahahahah eu trabalharia com a maior vergonha hahaha

o poema tá ótimo, retratou bem a loucura da idéia maluca...
bom dia

Norma de Souza Lopes disse...

Indizível o efeitod a notia e do poema em mim. Nenhuma onomatopéia virtual descreveria as risadas, mas mesmo assim lá vai...
rsrsrsrrsrsrsrsrrsrsrrsrrsrrsrrsrrs
rsrsrrsrsrrsrsrrsrrssrhuahuahuahuahuahuahuahuahuahu
ahuahuahuahuahuahuah

Berzé disse...

Cacá do céu!
O mundo tem esperança: pela notícia, pelo seu poema. Não sei porque mas a imagem da pelada do xerox me deu tesão(quem explica?)
Abração!
Berzé

Yasmine Lemos disse...

rss imaginação a mil hein Cacá!rss
um otimo fds com muta alegria
abração

Lúcia Soares disse...

Tô "que nem" a Inaie.
Não encaro, não!
Ainda mais que, vamos e venhamos, é de um mau gosto total!
O poema ficou ótimo e,apesar de sério,é engraçado sim! rsrsr
Bj

Casal 20 disse...

Eu iria morrer de vergonha!

Imagine? Logo eu, que cubro com a toalha um detalhe aqui e um outro ali diante da minha esposa! Exatamente porque o charme reside no que se oculta... Pense? Ficar "como vim ao mundo"!

Agora, o poema passa essa graça toda da situação, inusitada e embaraçosa. "Meninos, eu vi", achei ótimo!

Parabéns Cacá.

Abraços sempre afetuosos.

Amapola disse...

Boa tarde, querido amigo Cacá.

Eu me demitiria.
Ainda bem que seu poema me fez rir muito... Num momento em que está difícil sorrir.

Obrigada pela postagem.

Um grande abraço.

maria olimpia alves de melo disse...

Estou aqui pensando em meus ambientes de trabalho - acho que não me animaria.

Elaine Barnes disse...

ahahahah Excelente poema amigo!Cada uma né! Acho que já está faltanjdo o que inventar,então reiventaram a nudez de Adão e Eva pra ver se muda alguma coisa rs... Beleza viu poeta! Montão de bjs e abraços

Toninhobira disse...

Menino eu li e vou, lhe parabenizar por mais esta arte. O olho que capta e faz poema.Lindo Zé e bem que pode mesmo triplicar a produção.Belo humor sem dor.Meu abraço de paz.Folga saber da boa recuperação de Paulo.Paz e sorte.

CarlaPiva disse...

Mineirim...imagina se a moda pega???? Como dizem os gaúchos....capaz que eu ia trabalhar assim, tô fora, rssssssssss Brilhante poema, adorei, beijos e ótimo final de semana.

Sônia Cristina disse...

Boa noite Cacá,
Cá estou eu visitando o seu Blog pela primeira vez uai, e fiquei maravilgada com o que vi, vim a pedido de uma amiga que temos em comum: A Lúcia Soares, inclusive temos um convite pra te fazer. Ela vai falar contigo porque eu sou tímida rs.

Vou vir aqui todos os dias para absorver um pouco por dia em pequenos goles.

abs!

Denise disse...

Tirando o bom humor do teu poema, sobra a loucura em que vivemos - esse povo precisa se tratar com um bom psicólogo...rsrs

Um bjo e um ótimo fds, Cacá!

Sheilla Liz disse...

Nossa! Esse mundo está virado mesmo!O poema ficou dez, dei boas risadas, hehe.

Querido Cacá, gostaria de agradecer seu comentário tão carinhoso em meu blog e dizer que é sempre muito bom receber suas visitas. Eu também adoro passar por aqui,seu blog é leve e divertido como deve ser a vida.

Super abraço amigo, muita luz e coisas boas pra ti!

JGCosta disse...

Não tem mais nada para inventar!

Se a moda pega, principalmente nos lugares mais quentes, imaginem a polícia no norte com cinturão armado de dois cacetetes! :)

Abraços renovados!

PS.: o poema ficou fantástico!

Web Statistics