sexta-feira, 7 de janeiro de 2011

NA TRAVE!!!

imagem google
Ganhar a quina da mega-sena quando ela está acumulada em quase 200 milhões pode ser uma tragédia. Ainda mais se você é daquelas pessoas que quando chega o dia do bolão da virada de ano aposta todas as economias que havia feito para uma viagem ou uma emergência qualquer. Aconteceu com um morador daqui do meu bairro que está hospitalizado depois de um infarto agudo do miocárdio. Ele fez uma aposta de 50 cartões, cada um com dez números. Isso somou uma bagatela de 21.000 reais.

Um cara metido a matemático, (mal)feitor das probabilidades, estatísticas e promessas de felicidade garantida lhe assegurou que com a combinação indicada, seria batata! Ele hesitou, escondeu o feito de toda a família e aguardava para fazer uma surpresa de ano novo. Chegar ruidosamente para anunciar a sorte grande. Quem sabe um cruzeiro marítimo às ilhas gregas, quem sabe uma aventura em Machu Pichu ou uma inesquecível viagem ao Caribe? Qualquer lugar, afinal, o dinheiro daria para ir com sobra e soberba.

A quina que ele acertou pagou a ninharia de R$ 17.722,09. O prejuízo de três mil e poucos reais não foi o motivo do ataque segundo me contou o seu irmão. Ele ia sofrer de qualquer forma, pois segundo o relato, na hora de conferir os jogos, ele passou mal no último dos cartões e quando estava acertando o quarto dos cinco números do total. Sorte ou azar? Espero que se recupere rápido pra voltar ao trabalho e repor o dinheiro das economias familiares. Estão todos acompanhando os boletins médicos que garantem alta para breve e a coisa vai ficar feia quando voltar para casa.

21 comentários:

Marcio JR disse...

rsrs... sinais de um novo infarto?

Bom dia, Cacá.

Como um preguiçoso em potencial para essas questões de jogos (a única coisa que gosto é xadrez, e com um bom intervalo entre uma partida e outra), nem sei quanto já economizei ao não fazer apostas. É certo que posso ter deixado de ganhar alguma bolada por aí. Mas, sorte é sorte, e quando ela vem, é bom estar com o coração em dia.

E, convenhamos, 200 milhões é para mexer com o miocárdio de qualquer um.

Abraços, Cacá.

Marcio

Chica disse...

rssssss....vai levar uma boa "bolada" quando voltar pra casa,rsrsrrs.... abração,chica

maria olimpia alves de melo disse...

Tem maluco para tudo. A minha maluquice é inversa: planejo como vou gastar todo dinheiro mas nunca jogo.

Aleatoriamente disse...

Meus Deus!

Que coisa triste, mas nas tuas palavras tiveram um balanço de riso.
A maneira que você escreveu o texto foi linda rsrsr.

Mas sinceramente ,é algo que me deixou perplexa, mas estimo as melhoras do senhor hospitalizado.

Cacá,
Que alegria suas palavras lá no meu cantinho.
Que alegria sua visita!

Beijo.
Fernanda.

Yasmine Lemos disse...

Bom dia meu amigo,
estou em falta com você e a turma nas visitas diárias,mas é correria mesmo(minha avó ainda agoniza), mas as coisas irão se ajeitar.obrigada pela visita mais uma vez. E essa coisa de mega sena não jogo, eu milionária acredito que seja um "porre" rsss brincadeira.abraços e muita paz

Neca disse...

Vixe... estimo melhoras ao sortudo(?) e uma recepcção no mínimo razoável em casa...rsss
Bjin

Geyme disse...

Queridíssimo, Cacá!!

Isso me lembra algo de "A vida como ela é" do Nelson Rodrigues. Seria comico se nao fosse tragico nesse "causo"!! Embora parvo, há algo de virtude nisso...
Por isso que dos tres vícios: "Nao bebo, nao fumo e nao jogo" posso vangloriar-me apenas do terceiro (ainda que já tenha alcancado a vitória do meu sétimo dia quanto ao segundo, hehehe)
Espero que o seu "vizinho" se recupere logo do infarto e vá com menos sede ao pote na próxima...
Beijo grande, excelente cronica, parabéns!!!!!!!!

Celina disse...

Oi Cacá boa tarde, muita paz,é arriscado quando o premio fica acumulado, se perde acontece o que vc descreveu tão bem na sua crõnica, e se ganhasse tambem, corria o mesmo risco, por isso e melhor se comedido no que faz, eu não me arrisco, estou satisfeita, com o que tenho, acho divirtido, jogar com a matemática,somar e dividir rsrs.
Um abraço carinhoso, Celina.

Norma de Souza Lopes disse...

Meu marido ficou p.. Apostou duas vezes na mesma semana. E o jogo só correu uma vez, a tal da Mega da Virada. No entanto o coração ainda está bom.
Mas valeu a crônica. Muito engraçada.
Abraço
Norma

Lúcia Soares disse...

Loucura, loucura! Não jogo senão um jogo simples, nem sei mais quanto custa, tanto tempo faz que joguei.
Há muita "maracutaia" nesse sorteio, já viu!
Olha, coitado do moço! Foi expectativa demais. Ainda bem que, pelo menos recuperou parte do dinheiro. Mesmo assim, 3 mil não é pouco para se perder!
Abraço!

Maria Emilia Xavier disse...

Oi amigo,
Passei para te ler e desejar um 2011 perfeito como deve ser a vida: risadas muitas,três gargalhadas diárias,lágrimas duas vezes ao ano e só o bastante para os olhos não ressecarem de vez( podem e devem ser de alegria), trabalho o bastante para as horas em que nada melhor tivermos para fazer,um trem com vários vagões de amigos e a concretização de TODOS os desejos e muitos sonhos que virem desejos. Tudo isso muito bem embrulhado em uma saúde do tamanho do mundo, amarrado com o amor que se quer e com um cartão feito de paz.
Beijo,
Maria Emilia

dja disse...

Ola, rssss ai que feia q sou, rindo da falta de sorte do seu conhecido, tomara, q ele logo se restabeleça e que não tenha que voltar pro hospital depois q chegar em casa rssss.
Eu quase nunca jogo e quando o milagre acontece, sempre esqueço de conferir, apesar de ter ficado bem tentada a jogar na mega da Virada, esqueci e nos ultimos dias quando lembrei, não tive tempo rsss, continuo pobrinha ... pobrinha, da nada, minhas riquezas são outras. rssss. bjinhosss

Toninhobira disse...

Caso comum de transito Zé? E saber que o governo fica a estimular este jogos num verdadeiro massacre, que deixa os viciados em extase.Eita Brasil!!! Mas o vizinho entrou num bela enrrascada.Que recuper logo.Um abraço amigo.

JoeFather disse...

Meu amigo, me perdoe o linguajar, mas este está "ferrado" de qualquer jeito! Se não sucumbir no hospital, vai ter um replay em casa...

Faço também minhas fezinhas, como a maioria dos sonhadores que conheço, mas jamais vou estrapolar (pretendo ao menos hehe), pois também sou fã dos números e sei de cor as probabilidades para se acertar a sorte grande!

Melhoras para o amigo!

Abraços renovados!

Felipe Faverani disse...

Oi, Cacá, tudo bem?
Realmente há louco pra tudo, não? rs
Abraço.

Teresa Aragão disse...

Já fiquei pertinho dessa trave uma vez...fiquei caladinha e nem falei pra ninguém,tirei um fino ...
o dia da sorte um dia chega pra quem aposta, agora fazer besteiras e ficar no vermelho, ninguém merece!
abraços Cacá!

Web Statistics