terça-feira, 18 de janeiro de 2011

FELICIDADE É UMA CONSTRUÇÃO QUE NÃO PODE TER FIM


imagem google

A respeito da felicidade, eu não descobri ainda como defini-la em termos de uma vida plenamente feliz. Na minha definição essa plenitude não existe, para o bem da nossa mobilidade em sua busca. É como se quiséssemos alcançar um fim quando estamos voando para o infinito do universo. Estando felizes, haverá uma sensação de saciedade com o vôo, mas o espaço aéreo continuará a oferecer outros lugares muito bons de se ver e outros inatingíveis. Haverá também turbulências durante o vôo. Quedas também poderão acontecer. Mas enquanto estivermos voando, a sensação de alegria que não se explica fica fazendo-nos companhia. Em alguns momentos, os obstáculos e as quedas são para tomarmos partido: queremos mesmo felicidade? Então é hora de resolvermos enfrentar os problemas ou desistirmos de vez. Nessas horas contamos com as nossas forças próprias e com as que se juntam a nós indispensavelmente através do rol de amigos e de familiares, gente que quer o nosso bem, que caminha conosco e ajuda a preparar nossas asas. Então, eu acredito que essa definição provisória é o máximo a que consigo chegar para explicar a alegria que sinto com a vida quando se realiza algum sonho, se materializa algum desejo interior, quando se está ladeado pelas pessoas que gostam da gente e de quem a gente quer bem. E aquelas que não estando de corpo presente, estão de alma e coração fazendo parte de uma corrente imaginária de bem querer. Quando a família está ao lado de onde nunca deve sair, quando a fome e a sede se tornam apenas um detalhe sem importância vital. A gente se sente alimentado por toda substância protéica e vitaminada em que se transforma aquela alegria. É quando se pensa assim: Deus, o Senhor tem toda razão de fazer de nós seres que precisam buscar continuamente as coisas que nos fazem bem em vez de sentarmos à beira de caminho ora pedindo, ora lamentando os infortúnios. Porque você mostra que a tal da felicidade sempre pode estar em algum lugar ou alguma coisa depois que fizermos a nossa parte para que cheguemos ao final de uma reta, de alguma curva do caminho, depois de subir alguma montanha íngreme. Se um dia eu declarar que sou completamente feliz por tudo que a vida proporciona e oferece, é porque a minha vida terá chegado ao fim também. O infinito está sempre à disposição.

24 comentários:

Marcio JR disse...

Bom dia, Cacá.

Fico imensamente feliz pelo que lí. A felicidade, ao contrário do que muitos dizem, não é uma questão temporária, mas algo que precisa ser buscada e alimentada constantemente.

Alguns, no entanto, ficam tão bitolados naquilo que pensam ser um instrumento de felicidade, que esquecem que ela está ali, bem ao lado e nas coisas mais simples e rotineiras.

E como é prazeroso sempre saber que se pode ser ainda mais feliz. Se ela é plena? Duvido muito. Se ela tem um limite? Duvido mais ainda.

Um pensamento fantástico, caro amigo.

Abraços, Cacá.

Marcio

Chica disse...

TEMOS A mania de complicar tudo na vida e na busca da felicidade idem... E ela está ao nosso lado tANTAS VEZES, SEM QUE A NOTEMOS...aBRIR OS OLHOS PRA ver!!! ABRAÇÃO,TUDO DE BOM, DAQUI DESSA LINDA PRAIA,CHICA

Cronicando disse...

Obrigado, Cacá! Só tenho a agradecer pelas suas palavras. Se a felicidade não estiver perto ou dentro de nós não a encontraremos em nenhum outro lugar.
Abraços!
Kenny Rosa (http://cronicandocomvoce.blogspot.com)

Norma de Souza Lopes disse...

Não se escreve nada do gênero sem estar desfrutando plenamente da "alegria [...] com a vida quando se realiza algum sonho, se materializa algum desejo interior, quando se está ladeado pelas pessoas que gostam da gente e de quem a gente quer bem. " Folgo em vê-lo tão feliz poeta.
Abraços
Norma

Tati Pastorello disse...

Oi Cacá, fui lendo e me lembrando de um texto que li, e fala sobre o horizonte e o fato de nunca o alcançarmos, conhece? Ao final a pergunta é, para que serve o horizonte? - Para te fazer caminhar. Quando o li foi com uma comparação da utopia, acho que a felicidade reside aí, nesta linha que só de olhar já nos faz feliz, mas que é impalpável, não se alcança com as mãos, só com a intenção. Amei seu texto, para variar um pouquinho... rsrs
Beijos.

maria olimpia alves de melo disse...

Bom saber que o infinito está sempre a minha disposição já que as vezes só conseguimos ver o finito. Não só gostei do texto como da imagem.

Cristiane disse...

Olá, Cacá!

Para mim, felicidade é algo que vai dentro e não tem muito a ver com estímulos externos. Se você tem um mundo interior se sentirá bem e feliz em qualquer lugar. Então, tenho comigo que felicidade é um estado de espírito.

abraços!

Inaie disse...

vim dar um oi, gostei e vou ficando por aqui. Felicidade pra mim, hoje, e um copao de chocolate quente, um edredom fofissimo e blogs deliciosos como o seu!

Beijo

Tatiana disse...

Nossa Cacá, que texto lindo!
Pois é...a felicidade pode ser sentida de tantas maneiras, em coisas tao simples.
Abençoadas sao as pessoas que conseguem descobrir isso e nao esperam algo mais acontecer para sentir-se feliz.
Bjs.

CESAR CRUZ disse...

Belo ensaio, Cacá. Gostei muito!

Em matéria de felicidade, gosto da máxima de Abrahan Lincoln:

"O homem é tão feliz quanto se propõe a ser"

Abraço
Cesar Cruz

Lúcia Soares disse...

Cacá, é isso aí, sem tirar nem pôr!
A felicidade é uma busca constante de coisas que nos agradem.
Basicamente se pode ser feliz o tempo todo. Temos que ter, apenas, conformidade quanto ao que nos vai abalando. Ou não. Pode ser que o que não nos agrada verdadeiramente nos impulsiona.
Eu tenho a teoria. Mas não pratico!
No entanto, quanto me vejo a lamentar, olho pro lado e percebo o quanto tenho.
Então, a felicidade retorna.
Beijo!

pensandoemfamilia disse...

Oi Caca
Felicidade está onde a colocamos. Se a considermos distante, nunca a alcançamos.
Belo o seu texto. bjs
Estarei ausente, pois continuo em férias.

Mulher na Polícia disse...

Cacá,

Vc tá com umas tendências filosóficas... Tá tudo bem por ai, pensador???

rs rs rs

Bem que você podia dar um curso de filosofia pra gente. Do jeito que você escreve qq um aprende. Até eu!
: )

Um beijo e um queijo!

M. Sueli Gallacci disse...

Cacá, adorei o seu texto!

Felicidade é uma coisa muito pessoal, cada um tem sua própria definição de acordo com que lhe vai à alma...

A minha é bem realista, não acredito em felicidade plena... não nesse mundo de imperfeições.

O caminho para a minha felicidade relativa passa pelas coisas simples da vida. É me focando nas pequenas felicidades e valorizando-as e que toco a vida adiante.

A felicidade plena ainda não está disponível a ninguém. Tudo que temos que fazer, por hora, é somar as pequenas, que no final das contas, parecerão grandes.

Um bjo enorme.

Celina disse...

Oi Cacá, muita paz, agradeço o comentário. Que é felicidade? e uma coisa que agente só sabe que tinha quando perde, achei a sua crõnica ótima, como sempre, um abraço. Celina

Adh2bs disse...

Prezado Mestre!
Linda forma de apresentar esse sentimento de bem estar, bem querendo! Um grande abraço,
Adh

Elaine Barnes disse...

Amei a foto que ilustrou o texto bacana de hoje. No fim tudo está certo como está. O pote de ouro e arco-íris estão lá. O que importa pra ser feliz é como você trilha o caminho pra chegar,as escolhas que faz e a maneira de conduzí´-las. Montão de bjs e abraços

Renata Diniz disse...

A mídia insiste em associar felicidade ao consumismo. Mas, de verdade, felicidade significa mais. Ou menos, dependendo do ponto de vista. Abraços!

Marcelo Pirajá Sguassábia disse...

Cacá,
Seu blog é ótimo. Gostei muito! Agradeço o comentário generoso em Consoantes Reticentes. Meu abraço.

Fatima disse...

Gosto tanto do seu texto e nem sempre sei dizer pq.
Ainda bem que sou só anjo da guarda da música né?!!!
Bjs meu amigo e muito obrigada pelo carinho.

Celêdian Assis disse...

Olá Zé, meu querido amigo!

Seu texto já é brilhante pelo título e encerra nele um pensamento ricamente filosófico, próprio dos grandes pensadores.
Incontestavelmente felicidade não é fórmula mágica e nem se projeta em um lugar, em um tempo ou em uma pessoa específicamente, mas na valorização de cada lugar, de cada tempo vivido, de cada pessoa que nos rodeia com amor, como indispensáveis. E cada uma destas coisas só se consegue construindo, edificando, a cada momento que se descobre que cada uma delas nos faz bem.
Como sempre meu estimado, é uma felicidade sorver da sua sabedoria.
Um grande abraço,
Celêdian

Silviah Carvalho disse...

Li ontem este texto, que maravilha Cacá,um texto perfeito uma reflexão riquissima, fortaleceu meu coração.
Obrigada.

Yasmine Lemos disse...

Felicidade menina que se esconde, foge e a gente feito loucos atrás,.
belo texto
abração de boa noite

Diogo Didier disse...

Ai como eu acredito nisso Cacá!

Busco incessanntemente a felicidade, como um animal faminto em plena floresta selvagem. Felizmente eu sempre a encontro e guardo-a comigo para dividi-la depois com as pessoas que me fazem bem. É tanta felicidade que acaba doando o que sobra para os resto do universo e para todas as pessoas que precisam desse sentimento singular...

Excelente texto amigo! bjoxxxxxxxxxxxx

Web Statistics