sábado, 26 de novembro de 2011

ESTATÍSTICAS


imagem google

Gosto muito de estatísticas, apesar de ter um receio danado de fazer parte delas em determinadas situações. Por exemplo: minha morte seria apenas um traço na estatística populacional. E isso é a comprovação de que a minha vida também é. Portanto, prefiro entrar naquelas em que seja revelada alguma coisa boa que eu puder fazer para a humanidade. É a única chance que eu tenho de mudar meu traço na morte e, portanto e também, mudar a minha vida. Estatisticamente, aliás, um bem à humanidade não passa de um traço, seja que bem for esse. Já um mal costuma apresentar cifras elevadas dos “por cento”. Acho que o exemplo mais gritante para ilustrar isso seja o das guerras. Normalmente causadas por uma meia dúzia de pessoas alopradas, onipotentes, quiçá malucas (um traço na estatística), envolvem um grande percentual de humanos e matam um outro grande percentual de gente.
imagem google

A última estatística (que estarreceu uma pequena parcela de gente) foi a divulgação de dados de levantamento feito por um banco suíço de que 1% da população mundial controla 40% de toda a riqueza produzida no mundo*. Isto sim, é estatística para derrubar qualquer conceito decente de democracia capitalista Ela pode explicar talvez o motivo (pelo menos o maior de todos) das mazelas do mundo, já que somos movidos pelo dinheiro. E olhem que os suíços entendem muito de números, não só pela precisão dos relógios que os deixaram famosos como também por guardaram carinhosamente uma boa parcela do dinheiro dos ricos do mundo em seus bancos chamados de paraísos.
imagem google


Outra estatística ruim de se fazer parte é a da maioria do eleitorado. A história da nossa jovem, mas capenga democracia mostra que aqueles que venceram sempre corresponderam à maioria dos  votos que receberam mas não corresponderam à maioria dos desejos de quem os elegeu. Todos governaram e legislaram mais em causa própria e para quem os financiou as campanhas do que qualquer outra coisa. Um percentual baixíssimo de privilegiados e ricos. Basta voltar à estatística dos suíços para confirmarmos esta afirmativa.
______________________________________
*  - 231 trilhões de dólares é a estimada riqueza existente no mundo
- Apenas 37 milhões de pessoas tem juntas 89 trilhões de dólares
- Sobram 142 trilhões para serem divididos por 6 bilhões e 900 milhões de pessoas
- Se parassem tudo agora como está e resolvessem dividir o bolo igualmente com o resto da população, sobrariam 21 mil dólares para cada um. O preço aproximado de um carro popular.

Fonte: Aqui

30 comentários:

✿ chica disse...

A maioria das estatísticas nos fazem arrancar os cabelos da cabeça.Preocupantes ou revoltantes,não é?
[
abração, lindo fds,chica

Eva disse...

Ai Cacá sou apaixonada por sua forma de escrever, você nos envolve nos seus escritos, enredada nas suas letras, te parabenizo e para nós você não é um traço, é um tesouro encontrado que vive nos fazendo pensar, ehehe, abraços e um lindo final de semana para você e sua família.

Rô... disse...

oi Cacá,

não sei o que mais me chateia,
se as estatísticas ou as porcentagens,
pois sempre achei tanto uma como a outra muito injustas,
e você com toda sua habilidade com as palavras,
só vem endossar a minha chateação,
afinal o que é dar um carrinho popular a muitos,
para os poucos que são proprietários de milhares de
indústrias automobilísticas?
eta mundinho injusto sô!!!

beijinhos

Pedrita disse...

eu sou muito reticente com estatísticas até pq boa parte delas são pra justificar produtos. beijos, pedrita

Anne Lieri disse...

Cacá,muito legal o seu post!Tem algumas estatisticas que tb não faço questão de fazer parte!...rss...Algumas pesquisas nem precisavam ser feitas, pois já sabemos, como essa das eleiçoes!Estamos cansados de votar e nos arrepender depois, pois como disse, cada um legisla em causa própria,infelizmente!Bjs e bom fds!

Leninha disse...

Meu querido Cacá,
BOM DIA!!!

Refletindo sobre o seu texto,constato que faço parte dos 30%
que fizeram a opção desprezada pelo nosso Governador(hoje chamado Anestesia)

Muito bom o seu escrito...como sempre,aliás.

Bjssss,
Leninha

Tunin disse...

Não há coisa mais antidemocrática que a concentração de rende nas mãos de uns poucos.Tu escreves muito bem, Cacá. Traz sempre informações utilíssimas. Abração.

Flor da Vida disse...

Bom meu amigo, seu texto como sempre é muito sábio e enriquece tremendamente nossos conhecimentos, além de nos colocar em saudável reflexão.
Aplausos mil pra ti!!!

Carinhos de flor pra você viu?
Beijos de Luz e Paz

Maria disse...

As estatisticas por vezes são realmente assustadoras, ou simplesmente frias e concisas, elas nos mostram por exemplo meu amigo como uns têm tanto e outros vivem sem nada.
Bom fim de semana
Beijinhos
Maria

* Maria Edméia * disse...

*Cacáááááá !!! :D *Tardeeeee !!!

*Meu amigo de Itabirano, a

matéria de Estatística lembra-me

um momento meu muito tenso nas

provas finais do meu segundo

grau em Novembro de 1980 !!!

*Eu precisava da nota NOVE

na prova de Estatística para eu

passar direto e ... suei FRIO

numa questão da prova ! Se eu

errasse o sinal ... bye, bye

formatura !!!

*Graças a Deus, usei o sinal

certo e passei de ano sem

problemas maiores !!!

*No término da prova, a Irmã

Coordenadora do nosso curso -

tratava-se de um colégio

Salesiano !!! - veio indagar-me

se eu estava bem ou se eu queria

um copo com água !!! (risos).

* Maria Edméia * disse...

*Amigo Cacá, você está recebendo

no teu cel as minhas eventuais

"Mensagem do Dia" ?! *Tais

gostando ?!

* Maria Edméia * disse...

*Cacá, a VIDA precisa MUITO das

nossas boas atitudes !!! Não se

preocupe com a sua MORTE !!! :D

*Por falar em morte ... você

está melhor em relação ao

falecimento do teu papai ?!

(Continuo rezando por você e por

toda a sua família !!! ).

* Maria Edméia * disse...

*Cacá, tenhas um ótimo final de

semana e final de mais um mês de

Novembro na companhia de todos os

seus !!!

*Garoto, já, já será NATAL !!!

*Fiques com Deus.

*Um abraço.

Mariazita disse...

Obrigada, Cacá.
Vou melhorando lentamente, muito lentamente...
É preciso ter paciência...

Voltarei com mais tempo para te ler. Agora vou preparar o meu post de amanhã, domingo, que será o último, por uns tempos...

Bom domingo. Beijinhos

Renata Diniz disse...

Cacá. Excelente texto, como sempre. A democracia existe para oportunizar inserção de mais cidadãos na estatística do 1%, teoricamente. Tomara que ocorra. Quem sabe surja outros empreendedores para além de Bill Gates, Steve Jobs, Eike Batista. Quem sabe... Abraços!

Marly Bastos disse...

Adorei o texto Cacá, as estatísticas é uma faca de dois gume, as vezes alegram e as vezes nos fazem chorar... Eu me apavoro com certas estatísticas e você as conduziu maravilhosamente. E adorei a charge da questão da fome kkkkkkkkkkkkkk bem desse tipinho.
Beijokas doces e um bom domingo.

Amapola disse...

Boa noite, querido amigo Cacá.

Você faz parte da estatística das pessoas que deixam um grande legado através de uma linda obra publicada que é o seu livro. Parabéns!!

Você faz parte das pessoas de bem.
---------------------

Sobre os loucos que conseguem destruir meio mundo, eu acho estranho eles terem chegado ao poder, e continuarem chegando...
MISTÉRIO!!

A estatística da Suíça prova que tudo continua como no tempo da Monarquia. O poder e o dinheiro são hereditários, apesar da ilusão de que os nossos votos são importantes.

Sejamos felizes por estarmos do lado das pessoas de boa vontade.
O ruim é que para colocarmos em prática os nossos ideais, precisaríamos do que fala mais alto no nosso planeta: O DINHEIRO!

Tenha um lindo domingo de paz e harmonia.

Beijos.

Verdades e Mentiras disse...

CACÁ: Adorei seu texto,direto, conciso, excelente.
Confesso que fiquei preocupada com essa estatística,1% detém 40% da riqueza do mundo???? Que chances terei de ser rica????
Será que uns 10% desses 40%não estão
na nossa terrinha????
Brincadeiras a parte,Parabéns.
Beijo grande,
sandra

Verdades e Mentiras disse...

CACÁ: Adorei seu texto,direto, conciso, excelente.
Confesso que fiquei preocupada com essa estatística,1% detém 40% da riqueza do mundo???? Que chances terei de ser rica????
Será que uns 10% desses 40%não estão
na nossa terrinha????
Brincadeiras a parte,Parabéns.
Beijo grande,
sandra

Toninhobira disse...

Bela abordagem Zé sobre esta estatistica que me pegou assustado,quando tive acesso. A concentração que a tempo criticavamos está ai para ninguem ter duvida da selvageria capitalista.Os numeros não mentem,ei-la.A charge é perfeita para ilustração.Bem feliz amigo,como sempre com sua lucidez poetica social,critica.
Mas como diz a Chica, Vamos que vamos!
Um abração de toda paz e luz.

Jaime Guimarães disse...

Mestre Cacá,

alguma dúvida que este modelo atual é absolutamente inviável para a humanidade e para o planeta? Não é à toa que a Europa finalmente vai descobrir o que significa "reformas econômicas e sociais" sob a batuta do FMI, entidade que sugou até a última gota de petróleo do México, da Argentina, detonou de vez a África, estraçalhou a América Latina inteira e levou o Brasil para o buraco. Olha o quebra-pau na Grécia...na Itália...e em Portugal. Daqui a pouco será a vez da Espanha, logo a França e assim vamos nós. Nos EUA já está acontecendo - e CURIOSAMENTE os ditos "analistas", famosos e respeitados da grande imprensa brazuca sequer tocam no assunto. Acho que nem sabem direito o que está havendo.

Como é mesmo o nome do cara...esqueci. Ele disse: "Há três tipos de mentiras: mentirinha, mentira grave e estatísticas!" rs Dá série "os números não mentem mas enganam pra caramba". Isso é muito usado por governadores, principalmente aqueles sacanas que tem a cara de pau em aparecerem na imprensa e "comemorarem" 7% de aumento no salário dos professores. "Com isso já aumentamos em quase 30% o salário dos professores nos últimos 4 anos". Quem quiser que caia neste conto. E o pior é que há muitos que caem. E garantem a reeleição do sujeito com mais de 50% dos votos válidos. Não são maravilhosas as estatísticas e as porcentagens?

Abraço, mestre!

Tais Luso disse...

Cacá, adorei esta sua 'amostra' das estatísticas o que só me levou a uma conclusão:
EU NEM EXISTO! São 7 bilhões de pessoas e eu devo estar na estatística dos 'desaparecidos'.

Adorei.
Um beijo
Tais Luso

Inaie disse...

dizem que 90% das estatisticas sao inventadas na hora de serem apresentadas...kkkk

Celina disse...

Amigo Cacá agradeço a visita, estatistica para mim é como politica passo longe; gosto de ler tudo, mais esses dois assuntos passo longe, mais lí o seu comentário vem temperado com humor, abraços Celins

Astroterapia Junguiana disse...

Oi José, sabe que hoje tenho dúvidas sobre estatísticas, mas se tratando do poder econômico mundial, assista o documentário: O trabalho interno.
Sobre saber se isso acontece no seu mapa que tal fazermos seu mapa via skype ou msn? E a teoria envio por email, qualquer coisa me envie a resposta no email cynthiazaz@hotmail.com. Abraço Cynthia.

Anônimo disse...

Cara caca,

Entendo que não se sentir bem consigo mesmo pode levar a outras patologias, como em casos extremos à depressão, seja está em um nível mais avançado ou inicial.

Esta de bem com o próprio corpo (e rosto) é excencial para encararmos (literalmente) o dia a dia. Acho a cirurgia plástica e qualquer outro tratamento estético que faça a pessoa se sentir melhor com o próprio corpo muito válido.

É claro que em exagero, como tudo na vida, ele é prejudicial, e quando a aparência se torna uma obsessão é um sintoma claro de algum distúrbio.

Porém em condições normais, a busca por melhoras na aparência e consequentemente melhora na alto-estima, seja ela através de uma cirurgia plástica, de um botox, ou do que for, é o ótimo! O importante é que a pessoa se sinta bem, e se temos tecnogia para isso, por que não utilizarmos?

Faça um teste você mesma, imagina quando você está com uns kgs a mais (todo mundo passa por isso! Rsrs) e quando emagrece, como a sensação é outra... Agora imagine que seja uma coisa que não dê para você mudar naturalmente e que te encomode a vida inteira, exemplo, seu nariz, o aumento de sua alto estima quando você estiver com o 'novo' nariz!

Web Statistics