quinta-feira, 17 de novembro de 2011

DIFERENÇAS DE IDADES

imagem google


A química da diferença de idade
Os astros americanos Demi Moore e Ashton Kutcher são um dos casais mais pop dos últimos tempos. Juntos há quatro anos, eles não escondem a felicidade da união. Nem a idade. Kutcher é 16 anos mais jovem que Demi. O relacionamento dos atores se tornou ícone de uma tendência crescente e comprovada por pesquisas no Brasil e no Exterior: romances em que as mulheres são mais velhas do que os homens estão em alta como nunca. Uma vitória contra o preconceito e a favor da diversidade nas relações.(...)

(...)E o que torna esses relacionamentos tão atraentes? Justamente o perfil da mulher moderna. A medicina é sua maior aliada, garantindo longevidade, saúde e beleza. Com o mercado profissional conquistado, não depende de ninguém para seu sustento.(...)

(...)Esses amores podem acabar – como qualquer outro. Não necessariamente por causa da idade, mas porque a vida a dois precisa de aceitação e tolerância para dar certo. O que importa é existir prazer, alegria, companheirismo. A data de nascimento na carteira de identidade é só um detalhe. 


________________________________________________________________________

 A CRÔNICA

Compositores e poetas já disseram que “cada um sabe a dor e a delícia de ser o que é”, que “a dor da gente não sai no jornal”, que “panela velha é que faz comida boa”, enfim, a literatura e a música já tiraram de letra, ou melhor, colocaram nas letras, com todo o lirismo que cabe, as desavenças, diferenças e preconceitos quanto às escolhas que fazemos. Não julgo se é oportunismo financeiro, nem se é afirmação de resistência contra o inexorável envelhecimento. Não afirmo que seja vontade de manter uma virilidade a custa de estímulos de corpos sarados, não afirmo que seja uma vida hedonista simplesmente. Nesses temas eu ajo como agiria um político: “não sei de nada.”

Deixem-me então apenas contar um caso? Pois eis que meu pai, casou-se - depois de enviuvar por duas vezes - com uma moça bastante mais nova do que ele. Muito mesmo. Acho que ela é da idade da minha irmã mais nova, a nona filha da penca de irmãos que tenho. E a moça também ficou viúva muito nova e com duas filhas que hoje já se encontram em adiantado estado de “rapariguês” (em bom português lusitano, diga-se, para não ser confundido com o politicamente incorreto que é chamar uma moçoila de rapariga aqui pelas nossas bandas. Lá em Portugal rapariga é o mesmo que moça nova, adolescente. No Brasil tem um sentido pejorativo pra danar.) Não é o caso das duas donzelas. Elas tratavam o meu pai por vovô, assim como seus tantos netos e bisnetos.

Então, imaginem uma cena num restaurante para um jantar com uma parte de seus filhos, de seus netos e a mulher com as duas filhas juntas. O garçom, coitado, ficou mais perdido do que cachorro caído de caminhão de mudança escutando os diálogos no seu vai-e-vem. Era vovô pra cá, pai pra lá, meu bem de acolá. O cara deve ter pensado: Ou esse sujeito é um depravado ou resolveu repovoar o mundo. Quem é pai de quem, quem e filho de quem, quem é neto? As moças chamando-o de vovô e a  mulher do meu pai sendo por elas chamadas de mãe. Os netos consanguíneos chamando a mulher de meu pai seu próprio nome, em vez de mãe. E meu pai, ao mesmo tempo sendo avô das meninas que são suas enteadas. Vi que o garçom foi ao fundo e chamou um senhor, cochichando-lhe ao pé do ouvido, talvez o gerente ou dono, (imaginei pedindo-lhe para chamar a polícia). Entrei em socorro, explicando o formato da nova família. Ele me disse que não era nada daquilo, só queria saber se o sujeito era algum famoso para pedir um autógrafo.

(Uma singela homenagem ao meu amado pai - 1929/2011)


34 comentários:

Ivana disse...

Cacá
Você ganhou uma fã, tudo bem?
Eu amo pessoas desprovidas de julgamentos.
Esse casal é lindo, maravilhoso. Ela é linda, ele idem. Que eles sejam muito felizes enquanto durar. As pessoas tem uma séria dificuldade em aceitar a felicidade não padronizada.
Um forte abraço, gostei muito dessa crônica.

Nuvembranca disse...

Olá Cacá. Estou satisfeitíssima com o seu poste de hoje... (risos) Fui professora de música do meu marido, nos apaixonamos e casamos faz 23 anos. Eu sou mais velha que ele, 11 anos (risos) ele também é pai que os meus dois filhos do meu primeiro casamento reconhecem como pai. O meu esposo tem 43 anos e a minha filha mais velha 33 anos e o meu filho 30 anos.Quando eu casei com ele eu tinha 32 e ele 21 anos. Deus nos deu mais duas filhas, a mais velha, Naira, vai fazer 22 anos e a Daniela 18 anos. Nos amamos e somos felizes. Não sabemos quanto tempo vamos viver neste mundo, se fossemos levar em conta a nossa diferença de idade teríamos perdido estes quase 23 anos de vida feliz e de paz. Parabéns Cacá, o seu pai era muito inteligente e sábio! Beijos.

Amapola disse...

Boa noite, querido amigo Cacá.

Eu me posiciono igual você e os políticos: Não sei de nada.
A vida conjugal é tão complicada, mesmo dentro dos padrões chamados normais, que, esses tabus caem por terra, quando o objetivo é ser feliz.

Com todo o respeito, seu pai foi um verdadeiro garanhão.

Paz e bem.

Beijos.

Beth/Lilás disse...

haha
A história de seu pai é a mesma de meu avô materno,por sinal, mineiro também. Casou-se com uma menina mais nova que minha mãe e as duas brincavam de boneca. Nos dias de hoje seria prisão total pro meu vô, mas eles foram felizes e tiveram mais filhos, aumentando a prole e seu ego.
Hoje em dia acho difícil se olhar casos assim com preconceito, pois tem tanta coisa mais séria e importante para se fazer neste país que um homem ou uma mulher mais nova numa relação, para mim, pelo menos, passa quase batido.
grande abraço carioca

Cartas de Julieta disse...

Cacá,

Há poucas coisas que me incomodam... Uma delas é essa mania que as pessoas têm de atribuir números para medir felicidade ou bem-estar.

- Que idade você tem? Há quanto tempo está sozinha?

Essas são as perguntas mais inteligentes que algumas pessoas nos fazem, nos dias atuais, apesar de termos tanto assunto interessante para conversar...

Sabe, às vezes, se não fosse tão grosseiro eu responderia: eu não tenho idade! Tenho sonhos e, esses, não acabam nunca... E, ainda diria: não gosto de alguém que passa a vida medindo, portanto meça se isso lhe satisfaz, pois enquanto você faz isso eu vou ali ser feliz.

Parabéns, ao seu pai! Desejo-lhe muito amor para que ele possa vivenciar o maior de todos os sonhos: ser feliz! O resto é só um “ número na carteira de identidade!” Bjs

Berzé disse...

Mais uma bela crônica. Bela também a homenagem a seu pai.
Abração!
Berzé

pensandoemfamilia disse...

Caca sua crônica foi bem ilustrativa do senso comum....
Julgar para que não é mesmo, assim pensa vc e penso eu, mas o povo já vai colocanco"tudo no mesmo saco", velho com jóvem, só sendo celebridade, rs,rs. No entanto, há algum tempo era muito comum o homem casar com jovens adolescentes ( de 14 anos), não é mesmo?
Seu pai viveu o que quis, isto é deveras importante.
bjs
bjs

Néia Lambert disse...

Cacá, eu acho interessante é que se a mulher for muito mais velha que o homem, porém rica, então está tudo certo, mas caso ela seja pobre, jamais vai poder namorar um jovem sem ser crucificada, hum...são as cruéis regras dessa sociedade capitalista.

Um abraço.

Leninha disse...

Amigo Cacá,cada qual sabe,realmente,a dor e a delícia de ser o que é...cada um sabe de si e,Deus,de todos... e poderíamos desfiar,aqui,dezenas de ditos populares em torno do mesmo tema.A diversidade não costuma ser aceita em nossa sociedade,a não ser por uma pequena minoria.Sempre atribuem esta escolha a algum interesse financeiro,sem perceber o prazer, a alegria e o companheirismo,geralmente presentes nestas uniões.
Gostei de sua crônica e gostei de sua família também...pessoas admiráveis,sem dúvida nenhuma.

Parabéns pela bela família.O patriarca se foi,mas deixou um legado excelente,para a vida inteira.

Bjssssss,amigo,
Leninha

otilia cristina disse...

CACÁ ..
SABE EU NÃO TENHO PRECONCEITO ALGUM NEM POR IDADES ,SE TRATANDO DE AMOR EMBORA NA MINHA FAMILIA TER PRESENCIADO UMA TIA QUE SE CASOU COM UM HOMEM MAIS VELHO MUITO E O FIM DA HISTÓRIA DELES NÃO TER SIDO LEGAL MAS POR EXEMPLO, MEU FILHO SEMPRE NAMOROU MENINAS MAIS VELHAS QUE ELE E MUITO ... 10 ANOS 13 ANOS ..E EU SEMPRE ACEITEI AGORA A HISTÓRIA DO SEU PAI É MUITO LEGAL ..UM NOVO MODELO DE FAMILIA E DE UMA FAMILIA FELIZ ORAS SRSRS ...EU SEMPRE ACREDITO NO AMOR E ELE NÃO TEM IDADE NÃO ..
ABRAÇOS CACÁ

OTILIA

Rô... disse...

oi meu amigo,

sabe o que eu defendo?
o amor,
independente da data de nascimento...
o amor quando verdadeiro supera todas as diferenças,
e não enxerga preconceito algum...
linda homenagem a um pai especial que soube criar e educar uma família,
ensinando verdadeiros valores,
parabéns pela linda família...

beijinhos

Milla Pereira disse...

...(¨`•.•´¨) Querida .(¨`•.•´¨)  
.`•.¸(¨`•.•´¨) amiga•.¸(¨`•.•´¨)
.`•.¸.•´   Hj estou passando .•.¸.•´
).. .(¨`•.•´¨)( pra deixar este recadinho.
).. .(¨`•.•´¨)(In)felizmente
).. .(¨`•.•´¨) devolveram-me o
).. .(¨`•.•´¨) PÁGINAS DE POESIA
).. .(¨`•.•´¨) Meio nu, mas sem vírus
).. .(¨`•.•´¨) Estarei te linkando lá, novamente
).. .(¨`•.•´¨) em minha lista de favoritos,
Ƹ̵̡Ӝ̵̨̄Ʒ❤✫♥ (◕‿◕)✿ ♥ que havia retirado,
).. .(¨`•.•´¨) seguindo orientações.
(¯`*•.¸εїз¸.•*´¯) E,, como já havia criado o
(¯`*•.¸εїз¸.•*´¯) “RECOMEÇAR”
(¯`*•.¸εїз¸.•*´¯) continuarei com ele ativo tb.
(¯`*•.¸εїз¸.•*´¯) Quem sabe, consigo a façanha
(¯`*•.¸εїз¸.•*´¯) de manter os dois – nada prometo.
(¯`*•.¸εїз¸.•*´¯)Obrigada pelo apoio de sempre.
(¯`*•.¸εїз¸.•*´¯) Beijo imenso de muita saudade
(¯`*•.¸εїз¸.•*´¯) Milla (¯`*•.¸εїз¸.•*´¯)

Toninhobira disse...

kkkk, voce com as suas tiradas fantasticas.Vou entender com uma bela homenagem ao meu amigo Zé Felipe.Mas a modernidade tem criado todas estas coisas,que acho trilegal.Romper as barreiras da intolerancia e preconceito é tudo que quero ver nesta nação.stive lendo voce pelas cercanias de Abadia.Mandou bem com seu chip.
Um abraço amigo e bom fim de semana na paz.

Cartas de Julieta disse...

Cacá,

Perdoe-me a indelicadeza! Só agora lendo os outros textos me dei conta de que seu pai partiu. Bjs

Denise disse...

As famílias atuais remodelam nossa cultura, mas ainda causam grandes confusões e provocam comentários - hj já com menos julgamentos e maior tendência aos gracejos...quem ouve pode ter maior dificuldade de entender...eu precisei reler teu texto pra desembaraçar os parentescos...rs.
Belo texto, escrito no rigor do carinho de quem fala da família com afeto, e saudade...?

Abraço forte, com carinho.

Georgia disse...

ahahhahahahah! Tb vou querer autografo do teu pai, ahahahhaha.

Olha, por aqui conheco muitas brasileiras que se casaram com alemaes bem mais velhos que elas. A maioria nao deu certo, talvez porque os alemaes sejam um osso duro de roer.

Eu sou mais velha que meu esposos 7 anos. Mas todo mundo diz que eu sou mais nova que ele, ao menos na maneira de pensar, rs.
É difícil, é meio complicado no caso da Demi Moore, sao muitas câmaras em torno do casal e ai a coisa pega.

Mesmo o meu marido sendo uma pessoa bem amadurecida de mente, há coisas que ele nao consegue entender numa mulher de 50 como eu e ele de 43. As diferencas sao grandes, cultura, educacao, lingua, idade, maneira de pensar e tudo isso só sobreviver se houver muito Amor, porque o amadurecimento da mulher chega muito cedo. No caso contrário, posso entender que uma mulher que já tenha sofrido a perda do primeiro marido, amadureceu tanto e o medo de seguir a vida com filhos sozinha, nos deixa mais receptiva a encontrar compreensao em pessoas com mais idade como é o teu pai.

Que eles estejam felizes, isso é o que importa, o resto é o resto. Só quem passa pela dor da perda é que pode saber.

Abracos

✿ chica disse...

As famílias mudaram e temos que abrir as cabeças... Não dá pra ficar idealizando para filhos,netos famílias assim ou assado. Temos que pedir( e isso não podemos abrir mão) que haja amor, um amor grande capaz de fazê-lo felizes.

SÓ ! E que saibam enfrentar as tempestades e nuvens...

abração,lindo fds,chica

Cantinho do Neno disse...

Oi Cacá, adorei a visita!!!!
Bom final de semana pra ti, e pra sua máquina de lavar roupa ambulante!!!!rsrsrrs!!!!
Bjs do Neno

Vera Lúcia disse...

Olá Cacá,
O que tenho visto a respeito é o entendimento de que tais relações
são calcadas em interesses econômicos ou de projeção, conforme o caso.
Não vejo assim. O amor não tem idade. Puro preconceito.
Tenho um tio que se casou com uma garota (à época) 20 anos mais nova. Até hoje estão casados (ele já está com mais de 80 anos).
Se as uniões deste tipo não forem duradouras o que importa é que tenham proporcionado alguma felicidade ao casal.
Adorei o carinho da homenagem que você fez ao seu pai. Percebo que ele soube viver e que foi um bom exemplo para a família.
FIQUE BEM CACÁ. MUITA FORÇA PARA VOCÊ NESTES MOMENTOS MAIS DIFÍCEIS.
Grande abraço.

MARILENE disse...

Que maravilha o caminho que deu às suas palavras. Não só mostrou a irrelevância da idade, como nos fez saborear um momento deveras engraçado. Pelo que vejo, seu pai soube viver. Viúvo duas vezes, não desistiu de ter uma companheira.
Você deve ter muitos "causos" para inspirar suas belas crônicas.

Bjs.

Milla Pereira disse...

Kkkkkkkkkkkk.... Eita! Isso é coisa pra de sesconfiar mesmo, Cacá. Mãs nao é invaxão não, fui eu mesma. Como precisava deixar um recadinho aos amigos, avisando de toda a confusão, optei por fazer um todo bordadinho assim, Só que, no inicio eu coloquei: querido(a) amigo (a) e, no final, pedi desculpas pelo "copie" e "cole", prometendo que serai só desa vez, para facilidar a transmissão dos recados. No teu, sei lá pq, saiu daquele jeito, me perdoe. Tentei deletá-lo e colocar um outro, corretamente, mas nao consegui, Apague aí em sua página, ok, por favor? Isso são coisas de Milla, meu filho, provodadas pelo cansaço de dias e dias tentando reaver meu blog, sem sucesso. Qdo, desisti, resolveram me devolver... Coisas de Google! /beijão e me desculpe, sim?

Celina disse...

Oi Cacá amigo não poderia de vir aqúi te comprimentar, só não posso dar o meu comentário, comecei , ou melhor recomecei o tratamento dos meus olhos,estou com uma doença na retina, tenho que tomar injeçõe no olho dereito o esquerdo ja está curado, com a cirurgia da filha interrompí o tratamento , ontem voltei a tomar as injeções. o médico só avisou que eu não absasse , um final de semana bem legal para vc abraços Celina.

Jardim das poesias infantis/Magia em versos disse...

Adorei o tema e a forma bem humorada que você tratou.
Não tenho nada contra pessoas mais velhas casarem com mais novas.
Mais do que a idade física o fundamental é ter amor, respeito,afinidades e entendimento.
Se houver isso, idade é só realmente número.
Um ótimo fim de semana para ti.
abração

Aleatoriamente disse...

Cacá , adoro suas crônicas.
Aqui no Brasil o negócio pega viu?
Mas que confusão meu amigo! Já fiquei com peninha do garçom uai!
Imagino aqui a cara dele e não consigo ficar sem rir.
Bom...Não deixa de ser um famoso caso né?

Beijinho Cacá.

Tais Luso disse...

Oi, Cacá, sabe... minha cabeça deu um nó com esta história, tive de ler duas vezes pra entender quem é quem na história. Mas isso se deu porque minha família é pequena.
Mas na verdade, meu amigo... Eu também não sei de nada; 'que seja eterno enquanto dure!'

Problemas sempre irão surgir, como em qualquer relacionamento. E outros problemas dependerão das intenções de cada uma das partes.
Esse assunto sempre irá causar polêmica, e, muitos preconceitos - já existentes - ficam escondidos. Infelizmente é assim.
Beleza de postagem.

Beijos
Tais luso

Cinderela Descaída disse...

Cacá:
claro que me interesso em ler teu livro. Principalmente pelo tema, que me é tão adequado.
E relacionamentos? Sempre confusos, sempre difíceis. É preciso manter o humor e a afinidade intelectual.
aí vai me email
alexcunham@gmail.com
ah, e te vi no site da Benfazeja. Volta e meia passo por lá. Preciso começar a divulgar meus contos. Sou uma diletante que precisa aprender.
Abraço e bom final de semana!

Astroterapia Junguiana - Cynthia disse...

Olá José, a sua estória é um pouco diferente da minha, mas tem um lado parecido. Mas falando em fofoca, Demi é escorpiã, dizem que Bruce Willis (pisciano) até hoje fala aos quatro cantos que a ama. Era um casal com seus signos solares compondo um trígono maravilhoso. Mas como ela preferiu uma quadratura Aquariana escolheu o ator Ashton Kucher, acabou assim. Ela não perdoa rsrsrs, Abraço Cynthia.

AFRICA EM POESIA disse...

CÁcà

PARA TI:::

Com um beijinho

Vida...

Que será?
Como será?
Como a descrever?

A vida é tanta coisa
É tão linda...
É tão feia...
É cor de rosa...
Ou até cinzenta...

Mas é...
Porque a sentimos...
A vemos passar...
Quase sempre a Correr...

E nesta vida...
É o que tu dizes...

Há-de cantar...
Há-de colorir...
Há-de gritar...
Mas há-de gritar...
Mas há-de sempre...
Saber encantar...

No sonho...
No amor...
No sofrimento...
Na dor...

E voltas a dizer...

Há-de chorar...
Há-de fazer rir...
Há-de sorrir.

E eu digo-te...

Vamos sorrir...
Gritar e para sabermos...
O que é a vida...
Vamos Amar!...

LILI LARANJO

Jorge Sader Filho disse...

Oi, Cacá. No momento em que escrevo, apareceu a notícia de que eles estão separados...
Acontece!

Abraço,
Jorge

Sabor de Pitanga disse...

Muito engracada a história de seu pai... rsrsrs

Meu bisavô materno era casado com uma prima muito mais nova que ele... Arranjou uma garota para ajudar na casa e, quando esse chega em casa, encontrava as duas brincando. A mae dele, nao gostava e reclamava. Ele, prontamente, respondia: "deixe as meninas brincar..." A minha "bisa" era tao crianca - hoje seria tido como pedófilo com certeza - que, quando a ajudante ia passar a roupa dele, ela dizia: "nao precisa passar ferro na parte detrás da calca, porque quando ele sentar vai amassar..." rsrsrsr

Abracao

gorettiguerreira disse...

Lindo seu artigo com o sempre Cacá.
Já amei intensamente o "mais velho" e também termina quando não tem que ser. Bem colocado seu ponto de vista sobre a idade.
É mesmo insano e delicioso sabermos cada um; Dessa dor e a delícia de ser o que somos e como somos.
Beijos querido.
Goretti.

Pandora disse...

Eu ri... e ri alto!!!! A vida é uma coisa incrivel mesmo! E que sue nobre pai viva muitos anos. Meu avó também casou com uma mulher mais jovem que as filhas dele e parece que ela trouxe a juventude dela para ele que anda mais bem humorado, apaixonado pela vida e disposto a chegar aos 100 anos... #EuApoio

LILIANE disse...

oi Cacá....
muito legal sua abordagem.
Eu fui criada acreditando que diferença de idade é um problema e que era importante o homem ser mais velho.
Casei com um homem 8 anos mais velho que eu.
Somos felizes.
Em compensação tenho uma tia casada com uma pessoa 12 anos mais nova e os dois vivem, do jeito deles, parecem conformados.
Não sei se são felizes.
Mas também não sei se o problema é de fato a idade.
Idade não diz tudo sobre a maturidade de uma pessoa.
Tenho um tio de mais de 50 anos que é mais imaturo que o filho de 15.
Numa relação o que conta é o que cada um contribui com o outro.
Religião, idade, cor de pele, enfim todos estas coisas são detalhes que não deveriam impedir a felicidade das pessoas.
Mas, a Néia Lambert tocou num ponto importante.
Aqui no Brasil, mulher mais velha e pobre com um garotão vira motivo de piada, puro preconceito.
Vamos levando né amigo mineiro.
Sábio foi o seu pai.Esperto de ser feliz.
beijinho no coração.
Tava com saudade de você, até que enfim consegui chegar aqui, rs

Elaine Gaspareto disse...

Cacá,
Apreciar essas pequenas cenas da vida, que contam muito da vida em si, é um dos melhores ingredientes de um escritor.
Não é de admirar, portanto, que você seja um cronista tão bom.
Fico imaginando a cena, tanta gente em volta do vô/pai/amore rsrssr
Delícia de "causo"!
Beijosssss

Web Statistics