terça-feira, 4 de outubro de 2011

O GORILA

imagem jornal estado de minas
Idi Amin, o gorila do zôo de BH recebeu duas candidatas a companheiras para os restos de seus dias. A princípio pensei que estaria fazendo charme. Ou cansado já, aos trinta e oito anos de solidão. Ou seria resquício ancestral de colonialismo a sua resistência para com elas? É, porque as duas fêmeas são inglesas, ele africano e pode ser que estivesse com alguma mágoa ainda daqueles tempos em que a Inglaterra mandou e desmandou numa parte daquele continente. Mas dizem que ele cruzou com uma delas. E duas vezes.

Esses dias tem ficado lotado de gente lá espiando como será o andamento do seu pequeno harém É da natureza desses primatas a poligamia. Pode ser que dê briga entre as duas, afinal na selva, há muitos machos disponíveis e aqui só tem ele. E também lá, se der alguma crise de ciúmes os machos tem área de fuga o bastante, o que não é o caso de uma jaula. De qualquer forma, se ele ainda tiver forças (da última vez que o vi, achei-o meio caidaço) vai, finalmente, depois de 27 anos de jejum, poder separar-se de seu velho pneu.  Acho que virou um fetiche a sua única companhia. O pneu pode acompanhá-lo pela jaula rodando e é possível que ele usasse isso como forma de disfarçá-lo em um outro ser. Só não creio que ele tivesse tentado alguma vez um contato sexual mais ousado com o pneu. Mas que já o vi beijando, isso já! Se tivermos um Freud dos bichos, acho que pode explicar melhor esta sublimação.

Quer conhecer a história dele? aqui:

31 comentários:

Norma de Souza Lopes disse...

Adorei. Estive com minha galerinha na semana passada no zoo de BH e não pude ver o Don Juan. Explicar para vinte e poucos alunos de seis anos que o Idi estava na tal quarentena não foi fácil. Adoro sua abordagem do cotidiano Cacá. A história do africano e das inglesas foi perfeita.
Abraços
Norma

✿ chica disse...

Esses animais e suas histórias.Lindo de ver e ler! abração,chica

Rô... disse...

oi Cacá,

veja como são as coisas,
para o amor não existe distâncias,
nem nacionalidade,
o que conta é mesmo a química,
o aroma que o parceiro exala,
o instinto,
e a satisfação da companhia...
adorei!

beijinhos

Flor da Vida disse...

A cada dia fico mais ansiosa pra conhecer esse trio que tem causado tantas expectativas!

Texto divertido e sabiamente construído! Amei!!!

*Amigo, perdoe-me a ausência.
Espero que em breve minha vida possa voltar à normalidade e eu possa estar mais presente com os amigos e amigas que tanto prezo.

Deixo carinhos de flor pra ti e para os teus viu?
Beijos de Luz

Berzé disse...

Muito bom começar o dia com uma cronca tão gostosa.
Abração, Cacá!
Berzé

Celina disse...

OI CACÁ BOM DIA,ATÉ QUE ENFIM O NOSSO HEROI VAI GANHAR COMPANHIA, ACABANDO ASSIM COM A SUA SOLIDÃO. UM ABRAÇO AMIGO, CELINA.

Celina disse...

OI CACÁ BOM DIA,ATÉ QUE ENFIM O NOSSO HEROI VAI GANHAR COMPANHIA, ACABANDO ASSIM COM A SUA SOLIDÃO. UM ABRAÇO AMIGO, CELINA.

Milla Pereira disse...

Bom dia, Cacá. Pois é, o Idi Amim já tinha se acostumado a dar carinho ao pneu... será que vai se acostumar com as estrangeiras? Coisa pra Freud mesmo... Rsrsrs...
Cacá, ocê faiz favô de aparicê, to cum sodadi, uai! Bejos

Cynthia disse...

Oi José, gostei do final um Freud para analisar esse instinto.
Talvez ele está projetando o que o instinto coletivo está representando em relacionamentos. O ser humano o olha e coloca inconscientemente sua persona para o instintivo Gorila de BH. Será que não é coletivo o sentimento de solidão???? rsrsrs. Abraço Cy.

Amapola disse...

Boa tarde, querido amigo Cacá.

Que bom, ele já ter tido contato pelo menos com uma delas...
Foi muito ruim, deixá-lo sozinho durante tanto tempo. Os seus melhores anos, ele passou solitário.

Era triste, vê-lo com aquele pneu.
Demorou demais essa solução.
Que os três sejam muito felizes.

Amigo, que seus dias sejam de paz e alegrias.

Beijos.

Eva disse...

Eu tinha visto na televisão essa história, que bom ler aqui no teu blog, amei a introdução do colonialismo africano pela Inglaterra, teus textos são sempre muito inteligentes e atraentes, super interessantes, mesmo, parabéns!! bjos, boa semana, Cacá.

Jaime Guimarães disse...

Salve, Cacá!

Ah, sei lá, deixem o bicho namorar em paz, né? Fica esse monte de gente olhando o pobre gorila e suas novas namoradinhas, curiosos pelo romance...e se eles não forem adeptos do exibicionismo?

- Aê, Amin, manda vê!

- Aêêê, Amin, tá bonito, hein? Agora tá aí com duas!

- Pô, até o gorila descola namorada e eu não consigo ninguém...

Depois eu retorno, Cacá! Tá enrolado aqui - intervalo de escola, sabe como é rs

abs

Jardim das poesias infantis/Magia em versos disse...

OiCacá!
Tomara que ele consiga ficar um pouquinho mais alegre agora tadinho.
Adorei a estória.
abração

Anne Lieri disse...

Tadinho do gorila!Tantos anos sem nada!....rss...só um pneu,coitado!...rss...isso é que é maltrato aos animais!Vamos ver se essas duas inglesas vão dar conta!Bjs,

Fatima disse...

Espero que logo as coisas se acertem e que eles tenham lindos filhotes.
Bjs.

Renata Diniz disse...

Duas companheiras! Será que os gorilas estão mais evoluídos do que os humanos no que diz respeito ao poliamor?! Abraços, Cacá!

Toninhobira disse...

kkk, Freud dos bichos tá dificil amigo.Enfim o amor explodiu na jaula.A esperança agora é procriação para invadir o Zoo de Belô.Penso que aquele pneu perdeu sua razão de ser amigo.
Como vizinho deles fique de olho nas novidades.
Um abraço de paz e luz.

Meire disse...

Cacá, até no mundo animal Freud tem que dar uma analisada kkkkkkkkkk
Gorila poderoso :)
bjokitas mil querido.

Beth/Lilás disse...

Oi, Cacá!
Eu acho que o Idi Amim vai ficar encantado com a fêmea, mas se ela começar a perturbá-lo com suas 'macaquices' ele volta a agarrar o velho pneu. kkk
bjs cariocas

Andre Martin disse...

Há muitos anos não via um programa do Fantástico. Vi neste domingo. E justamente nele, passou um quadro com reportagem completa sobre o caso deste gorila!

Olha só quanta coincidência! rsrs

Pois então, enquanto via as imagens dele, ficava pensando: pôxa, como ele é valente, acordar todos os dias, sozinho, confinado (ainda que numa área verde)... Eu entendi o olhar triste, e acho que eu estaria muito mais deprimido do que ele aparentava estar, acho que não duraria tanto!

Acho que demorou, mas parece que a recompensa para ele não veio pra inglês ver! hehehe

Se me permite uma correção, se elas são inglesas, ele é muito mineiro, isto sim! (africanos são todos!)

Daniele Barizon disse...

Rsrsrss!! Vi um trecho dessa reportagem. CAnsado ou não, o cara, ou melhor, o gorila, deve estar se achando!!

Bjs!!

Vivian disse...

Olá,Cacá!!

Vi pela tv, e lembrei de você!Lembro que li num comentário que deixaste para o Toninho que você mora bem perto do zôo!
Adorei seu texto!!
beijos pra ti!

Tais Luso disse...

Coitado do Idi, tantos anos de solidão e ainda confinado!
Gostosa sua crônica, rsr

Será que não vai se estressar muito?? Um é ruim, dois é bom, mas três pode ser demais!

bjs

Adh2bs disse...

Cacá, impagável. Você está me saindo um psicanalista de primeira, analisando a relação do Gorila com o pneu. Só falta o Chico Buarque fazer uma música cantando o ponto de vista do pneu!
Grande abraço,
Adh

Ivana disse...

Oi Cacá, tudo bem?
Depois de tanto tempo tendo só o pneu como companhia, o Idi Amin deve estar um pouco perdido. Gostei muito da sua crônica. Obrigada pela simpática visita. Um abraço.

mundo azul disse...

_________________________________

...tadinho... Tanto tempo sozinho o levou a apreciar a solidão... Tomara que ele se entenda com as duas!
Gostei demais de ler o seu texto e saber dos bichinhos...


Beijos de luz e o meu carinho!!!

____________________________

Cynthia disse...

Oi José, olhei no seu mapa você não tem nenhum planeta exaltado. Abraço Cynthia.

Andre Martin disse...

Hehehehe

Eu preciso me retratar.

Faz tempos que eu não vejo a TV Globo (além de F1 e jogos de futebol)... rs

Na verdade, neste domingo, depois do jogo, a televisão permaneceu ligada e eu continuei trabalhando até tarde no meu laptop.

Eu realmente VI a reportagem e não foi curta não. Mas NÃO foi no Fantástico... FOI no Domingão do Faustão!!!

Lembrei dele tirando sarro do Gorilão com as duas fêmeas... E não tem Faustão no Fantástico!

Desculpe a confusão.

Ma Ferreira disse...

Muito legal esta historia. Bom que el ficara com femea da sua espécie.

Olha... nem sei se devia escrever este fato aqui..talvez eu apague no meio da escrita.
Eu tinha uma cachorrinha. A jully. Ai o veterinário conseguiu um cachorrinho pra namorar com ela.
Pois bem. Aqui em casa tem piscina. A jully tava acostumada.
Mas o cachorrinho não. E de madrugada ele caiu na piscina. Sorte que ouvimos ele se debatendo e conseguimos tira-lo de lá.
Bom.. secamos o animalzinho com secador..e onde ele ia dormir o resto da noite?
Sugeri a sala..mas ele latia.
Ai disse..eu durmo com ele. Meu marido não quis. Eu então pedi que minha filha dormisse com o pai e fui dormir na cama dela.
Pois bem...coloquei o cachorrinho nos meus pés para ele dormir.
Vc acredita que o danado achou que minha perna era uma cachorra?
adivinha?
Ah..fiquei brava..dei-lhe uma bronca e coloquei-o trancado pra dormir no banheiro.

Lembrei agora dessa historia..

Cissa Romeu disse...

Oi Cacá, tudo bem?
O pessoal tem que deixar o bichinho namorar em paz! rsrs Se não der briga entre as beldades inglesas, claro! rsrs

Grande abraço! espero que esteja tudo bem por aí! :)

Beth/Lilás disse...

Cacá!

Gostaria de apresentá-lo a uma amiga que escreve divinamente.
Dá uma olhada nesse texto dela abaixo e veja que lindo e emocionante:

http://marciacobar.blogspot.com/2011/10/anomalias-no-sistema-anomalies-in.html

abraço

(não precisa aprovar este comentário, ok)

Web Statistics