quarta-feira, 8 de dezembro de 2010

SEGREDOS NO COMPUTADOR (I)


imagem google
            
 Todos os segredos do mundo estão guardados nos computadores. Já houve um tempo em que eram usados cofres. E para manter ainda mais os segredos, eles ficavam embutidos na parede e atrás daquele quadro com um rosto familiar ou uma obra famosa. Para completar, quem tivesse acesso ao cofre tinha que primeiro saber o segredo para abri-lo e só então, ter acesso ao que estava sigilosamente guardado lá dentro. Costumava ser uma grande herança, títulos de terra, promissórias, jóias de família ou barras de ouro. Ali também eram guardados documentos comprometedores. A prova da paternidade daquele filho, a revelação de algum testamento (sempre tinha mais alguém que os herdeiros não imaginavam e acabava dando confusão após a morte do doador).

Entre os poderosos tinha sempre algum segredo de estado, algo que poderia mudar o destino de muita gente e se algum bisbilhoteiro tivesse acesso, ficava com o poder do bem e do mal.
imagem google


O velho colchão que outrora cumpriu esse papel foi rapidamente superado. Qualquer um que fosse arrumar a cama direitinho, numa sacudida esbarrava com a dinheirama ou a papelada secreta e tudo estava perdido. O cofre foi seu sucessor nessa função. Deixaram o colchão apenas para o repouso e outros prazeres, além das mijadas, claro!

Hoje o grande guardião se chama PC. Isso mesmo; esse computador ai onde você está lendo. Ah, teve também o telefone para segredos mais pessoais ou que precisavam ser divididos para dar certo ou para comprometer mais alguém. Mas o grampo tem mostrado que não é confiável combinar trapaças, tramóias e maracutaias e traições por via  telefônica. Só mesmo os incautos continuam  com a teimosia de tramar através de conversas pelo fixo ou celular.

O computador (pelo menos se não cair nas mãos da polícia através de alguma denúncia) é que tem guardados todos os segredos do mundo. Mas não pense que na hora do aperto é só dar um Del e seu arquivo vai para o espaço sem rasto. A mesma onda magnética que o levou para dentro da memória o mantém por ai, em algum lugar que só os especialistas e a Polícia descobrem. Esse invento de última geração é um sucesso, mas funciona como os sinais de fumaça ou as antigas batidas de tambor. Uma vez digitados, cheirados ou ouvidos, estão registrados para sempre. Cuidado!

21 comentários:

Chica disse...

É mesmo Cacá...Temos tantas coisas, a nossa vida aqui dentro...Linda crônica!estavas sumidão do blog! abração,chica

Cronicando disse...

Grande verdade, Cacá. E bem observada a evolução dos guardiães dos nossos valores. Hoje já podemos encontrar especialistas em desvendar estes cofres cibernéticos em qualquer esquina. qual será nosso próximo cofre? Parabens!

Marli Borges disse...

Verdade Cacá. Meu filho vive me dizendo, mãe tudo que tem bit e byte, é para sempre, não te ilude com o Del, a gente sempre pode recuperar. Nossa, é uma faca de dois gumes!!

E aí, menino, que sumiço, hein. Alto lá! Não suma! Tu faz muita falta por aqui.
Bjssssss

pensandoemfamilia disse...

Olá Caca

È impressionante como hoje se fala de um tudo no Pc e, provavelmente, não se pensa sobre este desvelar possível dos segredos.
Como as demais, reclamo a sua ausência....

Alexandre Mauj Imamura Gonzalez disse...

vixe, rapaz... nem fale.
agora tá tudo na máquina. todos os segredos do mundo. e os que são espertos, que sabem abrir as portas cibernéticas, acham e ficam sabendo de um tudo. e se tornam donos das verdades alheias...

e sim, o del é ilusão, qualquer recovery da vida puxa de volta o que o del um dia mandou pros ares...

nota dez seu texto! abraços

CESAR CRUZ disse...

Pois é, Cacá, tudo mudou. Até mesmo o próprio dinheiro, que ra em notas de papel, agora é virtula, metido em criptogramas dentro de cartões de plásticos. Chegará o tempo em que os estabelecimentos colocarão plaquinhas dizendo: "Não aceitamos dinheiro, não insista".

abço forte
Cesar

Beth/Lilás disse...

É isso aí, Cacá!
Mas, eu cuido muito bem do meu HD e aqui em casa só eu tenho acesso a este que por aqui digito.
Quanto aos colchões que guardavam dinheiro, acho até que seria uma boa idéia retornar a eles, afinal os bancos só nos sugam mais e mais e as máquinas às vezes nos deixam na mão.
um super abraço carioca

Toninhobira disse...

Quantos amores, escondidos, quantas maldades guardadas.Quantas verdades.Viver passou a ser perigoso mesmo depois do advento desta maquina.Bela cronica.Um abraço moço.

Lúcia Soares disse...

Cacá, por isso temos que ter cuidado com o que falamos. Ficamos muito expostos. (falamos, não. escrevemos!).
Mas ainda assim é um mundinho mágico.
Assim com na vida, não sou de esconder nada, então, podem vasculhar à vontade. rsrsr
Bj

Yasmine Lemos disse...

Cacá , o computador já não dá tanta confiança, existem os hackers que invadem até o pensamento...hoje ninguém tem segredos.
já soube do sucesso do seu lançamento , Zélia me contou ,parabéns!!! e obrigada pela visita
abraços

Renata Diniz disse...

Ótimo retorno. Lembrei-me de um texto intitulado "Eles não entenderam". Dizia acerca do mau uso dos e-mails profissionais usados para fins pessoais e até ofensivos (eu mesma fui xingada por e-mail mais de uma vez). Abraços.

Lis disse...

Interessante pensar nisso Cacá
Um mundo de guardados, as vezes vou guardando textos, poesias em aqrquivo e penso , nao posso acumular muito, ele nao suporta rs
e vai ver que quanto ele vem suportando , cada dia uma ferramenta nova .
Que bom , imagine as proximas gerações !
gostei do assunto ,
sou uma curiosa e admiradora de maravilhas como essa que teclamos aqui.
abrços

Marcio JR disse...

Bom, o Julian Assange, do Wikileaks que o diga... rsrs.

Mas, olha Cacá, nesses muitos afazeres que já tive, um deles foi de técnico em informática, e posso te garantir que não existe segurança nenhuma num computador. Principalmente na questão de senhas. E já vi cada coisa nos computadores por aí, de é de deixar o pouco cabelo que tenho em pé.

Abraços, Cacá.

Marcio

Tatiana disse...

Cacá querido!!!
O meu consolo é que existe tanta informação por ai de tanta gente muito mais polémica e interessante que eu,que acho que nao preciso me preocupar muito...rs.
Vao morrer de tedio se resolverem me investigar...rs.
Casada, com filhos, nenhuma sacanagem??Filha da pu...ice?rsrs...boring!!!
Seu comentario iluminou meu dia hoje!!!
Beijocas!!

Felipe Faverani disse...

Oi, Cacá, tudo bem?
Olha, tenho de concordar com o Márcio: o computador não é realmente seguro. Também mexo com informática e sempre alerto para que as pessoas não deixem muito sobre si mesmas em suas máquinas. O computador é uma ótima ferramenta, mas há de se saber utilizar para que não se tenha problemas futuros, não é?
Ótima postagem. Grande abraço.

Neca disse...

É isso aí, Cacá. Segredo bom e seguro só aquele encaixotado e guardado a sete chaves na memória. E que ela não nos falte...
Smackkkk!!!!

Thatica. disse...

Parabéns pela crônica!

vc é sempre ótimo!

tenha uma boa tarde..

ah, vou tomar cuidado com Pc.. rsrsss

um beijo

Diogo Didier disse...

Sábias palavras Cacá!

Estamos tão dependentes do computador que nem percebemos. Eu por exemplo sou altamente dependente dele. Tudo eu faço nele e não conseguiria imaginar a minha vida sem ele. Parece dramático da minha parte mas é a mais pura verdade.

PARABÉNS PELO TEXTO, COMO SEMPRE!

bjoxxxxxxxxxxxxxxx

Betha Mendes disse...

E o computador ainda tem o poder de nos enganar, achando nós que o segredo é só nosso... Cuidado!!!

abç

Betha Mendes

Web Statistics