terça-feira, 14 de dezembro de 2010

LEÃO

imagem google

- Se é verdade que “o cachorro é um ser humano como qualquer outro” (segundo palavras de um ex-ministro do trabalho),

 - E já que ninguém está disposto a acompanhar o “troque seu cachorro por uma criança pobre” (segundo recomendou o Eduardo Dusek em uma  canção),

Estou inclinado a fazer uma solicitação aos deputados e senadores para que aprovem uma lei que permita a gente incluir os cachorros como dependentes no Imposto de Renda. Minha cachorra adoeceu e estou gastando uma fortuna com consultas, exames e remédios, tal como se gasta com humanos.

18 comentários:

Cronicando disse...

Sou a favor. Sugiro até um nome para a lei.
Lei de insentivo a
Educação e a saúde dos
Animais
dOmésticos

Abraços!
Kenny Rosa (cronicandocomvoce.blogspot.com)

Bruno disse...

Os cães são melhores que muitas pessoas, como por exemplo os políticos...

Flor da Vida disse...

Exelente idéia! Os cães merecem ser tratados e respeitados! Amei saber que você cuida do seu cãozinho como ele merece... Carinhos pra ti... Bjsss

Diogo Didier disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkkkk...até fazendo crítica você tem bom humor. Mas concordo com o seu posicionamento...DIREITOS: "QUEREMOS POR INTEIRO E NÃO PELA METADE"...

bjoxxxxxxxxxxxxxx no coração!

Toninhobira disse...

Pois é meu amigo, vida boa é de cachorro.Neste processo de universalização da relações acredito sim que os caes passarão a ter direitos. Se bem que pedir para gato esta aprovação, é um pouco ilusorio na historia de nossas infancias ja perdidas.Belo humor na dor.Meu abraço.

Beth/Lilás disse...

Nossa, que idéia incrível e perfeitamente viável, afinal nossos pets são como membros da família. Gastamos com eles e sofremos juntos quando algo vai mal.
adorei!
bjs cariocas

Carla disse...

Boa idéia !
Antes que o leão nem se importe e coma os gastos com o cãozinho, sem dó nem piedade...

Bjs

Marcio JR disse...

O gasto é até maior, Zé, pois você não pode levar o cachorro no posto de saúde. rsrs.

E tem mais um detalhe, que corrobora o que você escreveu. Os homens públicos já vivem fazendo cachorrada mesmo, então, incorpora de uma vez os cachorros na lista de dependentes, pelo menos como agregados.

Valeu, Cacá. Abraços.

PS.: Valeu a dica do site da Elaine. Recebi alguns e-mails de amigos relatando o problema. Fiz uma postagem lá no Abismo, e parece que mais gente perdeu o blog também.

Marcio

Tati Pastorello disse...

Concordo com você. Até por que veterinários pagam impostos, então isso deveria mesmo ser deduzido! E não é nada barato. Mas acho que se você sugerir esta lei é capaz de alguns deputados aproveitarem para criar o vale-vet para eles, que virá somar-se ao vale-terno e demais exageros de gabinete, não acha? Será que tem alguém ali preocupado mesmo com sua real função: servir ao cidadão? Sei não...
Melhoras para sua cachorra!
Beijos.

Misturação - Ana Karla disse...

Pra cuidar corretamente de um animal de estimação custa caro. E há quem vá além do necessário, enchendo seu bichinho de mimos.
Então Cacá, seria justa essa lei.

Xeros

Yasmine Lemos disse...

Rsssss desculpe Cacá,mas até criticando as vezes você tem humor.
Se fosse hindu, eu queria voltar uma cachorrinha de madame bem fresca.
abraços ;)

CESAR CRUZ disse...

Cacá, você não sabe de nada, meu amigo! Não espere nada do Governo...

Tenho um amigo, o Adriano, que já inclui o cachorro no IR há mais de 10 anos.

Para facilitar as coisas, que foram feitas de caso pensado, ele batizou o cachorro logo que chegou de Jorge. Assim é mais fácil. No IR ele põe "Jorge Ramos de Andrade" (sobrenome da família). Simples. É como ele diz: "O jorge é praticamente um cidadão, ou melhor, um cidacão"

Pense nisso.

abço
Cesar

Celina disse...

oi Cacá bom dia, vc ver como é muito diversivicado o modo de pensarn, o nasso cachorro estava doente o meu marido claro, levou ao veterinário chegando a farmacia para despachar a medicação passada, ouviu uma bronca de alquem que estava esperndo ser atendido, ele disse , o sr gasta tanto com medicação para um cachorro enquanto criancinhas estão morrendo porque não tem um centavo para comprar um remedio para elas, ai o meu marido disse o sr queria que eu o deixaisse morrer? não admito que me sensure, se me tivesse me pedido para ajuda-lo com certeza teria feito o dono da farmacia nosso amigo contornou a situacão.Esta semana recebí da diretória do IPIPI. OS Agradecimentos da minha pequena doação junto com os outros contribuintes, cento e noventas crianças tinham recibido alta, do cancer que estavam maatando-a. porisso amigo podemos e devemos ajudar sempre que pudermos. abraços Celina

Vendramini disse...

Devemos ter os cães como nossos amigos. Fiz um poema para:La Perra Gorda. Econtra-se no www.cantodoescritor.com.br

Um abraço.

Web Statistics