segunda-feira, 26 de maio de 2008

CONFIDÊNCIAS GENÉTICAS DE UM ITABIRANO

A MEU PAI


Filho de Zé Felipe e Maria Delfina,

Nasci e alguns anos vivi em Itabira

Por isso sou um Adão.

Não sou alegre nem sou triste

Oitenta por cento de ferro na botina e no uniforme

62,85% de fibra de ferro na alma

O resto é maleável

A vontade de amar que não paralisa a de trabalhar

Vem de Zé Felipe, com seus cabelos brancos, muitos desejos e muitos horizontes

E o hábito de sofrer que não me diverte, mas fere

Não é herança de Zé Felipe

É adquirido.

De Zé Felipe trouxe prendas diversas

Essa canela fina, esse macacão de mecânico

Esse diploma sindical

Esse orgulho e essa cabeça pensante

Não tive ouro, nem gado , nem fazenda

Hoje, como Zé Felipe, sou do INSS mas ativo

Itabira pode ser uma fotografia na parede

Mas Zé Felipe é uma metade de mim

Ai, Ai, Ai,

Ou sou eu dele?

3 comentários:

Toninhobira disse...

Poxa amigo como somos ligados nesta coisa,muito boa esta confidencia.E muita saudades do Zé Felipe espelho de tudo isto.Apenas estranho não ter um comentario,para voce com tantos seguidores.Um abraço forte a voce e quando puder no Zé.

Joakim Antonio disse...

Olá Cacá parece que todo lugar que ando vai dar em MG, o que o diga minha mineirinha :)

Vim através do site do Toninho.

Prazer em conhecer e tenha uma ótima noite!

Evanir disse...

Que linda aliança esta formada aqui pelos laços da amizade .
Eu já conheço esses dois blogueiros
fico feliz em ver uma amizade tão linda.
Um beijo no coração .
Evanir..
www.aviagem1.blogspot.com

Web Statistics