terça-feira, 20 de abril de 2010

ANIVERSÁRIO

Hoje é um dia para mim considerado como um nascimento. Passei esses anos todos achando a data que comemora o dia em que nasci como mais um aumento dos anos vividos do que um renascimento. Construí outras formas de comemorar aniversários. Como exemplo, qualquer fato bastante significativo que tenha havido em minha vida. E também os que planejo para o que virá por aí. Teria um monte de datas para lembrar. O meu primeiro emprego, as minhas filhas, casamentos, a primeira casa própria, que já não mais possuo, mas foi meu espaço mais íntimo que consegui ter adquirido depois de muito sonho e muitíssimo trabalho... Enfim, datas que acabaram se tornando mais significativas do que o dia do meu aniversário propriamente. Em todos esses momentos eu encontrei mais importância para o meu crescimento pessoal do que aquele momento da foto e do bolo. Se bem que em todos os outros que falei também houve festa. A questão é do significado que cada um dá para ritos por que passamos na vida. Os presentes que eu ganho são o próprio significado do evento. Naquilo que eu penso ser uma vida que proponho para mim como virtuosa e bem-aventurada. Renasço em cada olhada para dentro quando vejo que estou vencendo o vício da bebida. Em cada vez que as minhas filhas alcançam um patamar de conquistas pessoais, seja na escola ou no trabalho. Em cada reunião de família, sempre prazerosa, saudável e aconchegante. Em cada vez que meus exames de saúde revelam um “apto” para fazer o que eu quiser sem abuso e também sem restrições. Em cada ligação ou encontro de uma amizade que não ouvia ou via há muito tempo. Ou ainda em cada nova e sincera amizade que faço. É tanta coisa que eu poderia citar e que nem interessa para quase ninguém, mas eu continuo achando que tenho muitos aniversários comemorados desse meu jeito e acho que ainda vou comemorar muitos mais, se Deus quiser. Por hoje eu vou ficar aqui, pois há uma comemoração muito especial. É o dia do lançamento do meu primeiro livro. Vou estar daqui a pouco reunido com meus familiares, amigos antigos e amigos novos. Pouca gente, mas gente de muito valor e significado para mim. Mesmo os que não poderão ir e que me felicitaram estarão presentes no pensamento e na minha alegria de saber que os tenho guardados no coração e eles a mim. Vou lá acender uma velinha e soprar com um gostinho de dois de setembro.


5 comentários:

Chica disse...

Uma pena eu estar longe.Seria bem animado,tenho ceerteza! Sucesso e obrigado pelo carinho por lá!abração,chica

Menina disse...

Que texto bacana! Ótima ideia essa de celebrar as coisas boas da vida!!
Acho que vou trazer para minha vida também!!

Beijitos!

Celina disse...

OI AMIGO PARABENS POR TODAS ESSAS COMEMORAÇÕES ELAS COMPLETAM A NOSSA VIDA, FELICIDADE É ISSO, E´PROSSIGUIR SEMPRE! ESTIVE O ANO PASSADO AÍ, ACOMPANHANDO UMAS DAS MINHAS FIHAS A UM CONGRESSO, SE TIVESSE SIDO AGORA ESTARIA AÍ TE DANDO O MEU ABRAÇO COM VOTOS DE MUITO SUCESSO, MAIS DAQUI VÃO A VIBRAÇÕES DE TUDO DE BOM PARA VC E FPAAMILIA.CELINA

Marliborges disse...

Parabéns, são essas posturas diante da vida, que fazem a diferença. Um hgrande beijo.
http://marliborges.blogspot.com/

Mariana disse...

Desejo muito sucesso para este novo filho.
Que ele tb esteja a venda em vários estados.
Sucesso, e parabéns.

Web Statistics