quinta-feira, 22 de abril de 2010

FELICIDADE É UMA CONSTRUÇÃO QUE NÃO PODE TER FIM

A respeito da felicidade, eu não descobri ainda como defini-la em termos de uma vida plenamente feliz. Na minha definição essa plenitude não existe, para o bem da nossa mobilidade em sua busca. É como se quiséssemos alcançar um fim quando estamos voando para o infinito do universo. Estando felizes, haverá uma sensação de saciedade com o vôo, mas o espaço aéreo continuará a oferecer outros lugares muito bons de se ver e outros inatingíveis. Haverá também turbulências durante o vôo. Quedas também poderão acontecer. Mas enquanto estivermos voando, a sensação de alegria que não se explica fica fazendo-nos companhia. Em alguns momentos, os obstáculos e as quedas são para tomarmos partido: queremos mesmo felicidade? Então é hora de resolvermos enfrentar os problemas ou desistirmos de vez. Nessas horas contamos com as nossas forças próprias e com as que se juntam a nós indispensavelmente através do rol de amigos e de familiares, gente que quer o nosso bem, que caminha conosco e ajuda a preparar nossas asas. Então, eu acredito que essa definição provisória é o máximo a que consigo chegar para explicar a alegria que sinto com a vida quando se realiza algum sonho, se materializa algum desejo interior, quando se está ladeado pelas pessoas que gostam da gente e de quem a gente quer bem. E aquelas que não estando de corpo presente, estão de alma e coração fazendo parte de uma corrente imaginária de bem querer. Quando a família está ao lado de onde nunca deve sair, quando a fome e a sede se tornam apenas um detalhe sem importância vital. A gente se sente alimentado por toda substância protéica e vitaminada em que se transforma aquela alegria. É quando se pensa assim: Deus, o Senhor tem toda razão de fazer de nós seres que precisam buscar continuamente as coisas que nos fazem bem em vez de sentarmos à beira de caminho ora pedindo, ora lamentando os infortúnios. Porque você mostra que a tal da felicidade sempre pode estar em algum lugar ou alguma coisa depois que fizermos a nossa parte para que cheguemos ao final de uma reta, de alguma curva do caminho, depois de subir alguma montanha íngreme. Se um dia eu declarar que sou completamente feliz por tudo que a vida proporciona e oferece, é porque a minha vida terá chegado ao fim também. O infinito está sempre à disposição.

7 comentários:

Chica disse...

Linda crônica,. como todas as tias e viver a felicidade nos cabe sempre!abração,chica

P.Patricio disse...

Temos que tentar ser felizes a "todo custo. CADA QUAL QUE AINDA ESBOÇA TEU SORRISO, TEM UMA FORÇA INCENTIVADORA .

Celina disse...

É AMIGO, O QUE É FELICIDADE? CADA QUAL TEM O SEU CONCEITO DE FELICIDADE,
ACHO QUE ELA É COMO DEUS ESTÁ DENTRO DE CADA UM DE NÓS,É TANTO QUE AS VEZES ÉRAMOS FELIZES E NÃO SABIAMOS COMO DIZ O POETA.A FELICIDADE É TER SAÚDE PARA REALIZAR OS NOSSOS SONHOS, TER A NOSSA FAMILIA, VIAJAR, TER UM AMOR QUE NOS TORNE FELIZ,SEM MUITA TURBULENCIA SE CAIRMOS COM CERTEZA LEVANTAREMOS MAIS FORTE,E NUNCA SENTARMOS A BEIRA DO CAMINHO VENDO A BANDA PASSAR,RS RS UM ABRAÇO CARINHOSO CELINA.

Marliborges disse...

Meu amigo Cacá, que texto bacana, amei. Observo que você nos coloca diante de dois vetores: a felicidade como algo a alcançar, uma busca eterna e daí, concordo com você, ninguém é completamente feliz, pois essa completude sempre dependerá de uma busca; e o segundo vetor nos mostra a felicidade feita de momentos..., momentos felizes. Eu particularmente gosto mais desse olhar, e é o que assumo na minha vida, pois há momentos (que podem ou não resultar de algum trabalho, enfim) nos quais a gente está tão alegre, tudo dá certo e a gente está feliz. Sim completamente feliz. E e aí? Felicidade completa, hehe. Amanhã será outro dia, outros momentos, quem sabe...
Beijo grande.

Elaine Barnes disse...

Oi Cacá,Tudo bem menino? Saudades viu! Bem, o que me veio a mente foi a sensação de quando eu era criança e esperava o Papai Noel e quando eu acordava e via a boneca na árvore,minha felicidade era tanta que meu corpo tremia,todo meu ser aplaudia,não pensava em mais nada além de viver aquele momento, como não quisesse que acabasse.Para mim felicidade é sentir essa expontaneidade,essa plenitude,quando todo nosso ser parece aplaudir de pé. É essa mesma sensação que buscamos. A pureza da criança. Montão de bjs e abraços

Mulher na Polícia disse...

Que legal esse momento da sua vida. Colhendo os frutos de um trabalho que com certeza demandou muitas horas de empenho. Parabéns, meu amigo!

Agora é esse sabor cruzar o ponto da linha da vitória, até que logo mais você visualise uma outra corrida e uma nova meta pra alcançar e assim é a vida. A gente buscando ser feliz ou continuar sendo feliz.

Saúde, paz e felicidades, querido!

Web Statistics