segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

LER NÃO CAUSA L.E.R. * - Longe É Um Lugar Que Não Existe



Por Tiago Mesquita


A literatura, como toda forma de arte, surge para apresentar ao homem perspectivas sobre a natureza da vida e do mundo. Assim ela faz uso dos recursos estéticos, expressando as interpretações e impressões que tem da realidade. Mas até aí vemos apenas conceitos e atributos estéticos, meros dados estáticos, explanações frias do que as coisas querem dizer. Ou melhor, do que queremos dizer com as coisas.

Então entra o amor, a verdade por trás de tudo, e dá movimento, cor, fundamento e razão para o que está escrito. Compreender o significado é privilégio de quem ama. Mais ou menos o que o Beija-Flor, a Coruja, a Águia, o Gavião e, sobretudo, a gaivota, vem ensinar ao leitor.
Longe É Um Lugar Que Não Existe, diz o título. Richard Bach explica a frase contando a incrível história de uma viagem que começa no coração do Beija-Flor para chegar até uma festa de aniversário.

“A pequena Rae está crescendo e estou indo à sua festa de aniversário com um presente.” Essa é a fala que o narrador usa para iniciar seu diálogo com cada uma das aves, exceto a Gaivota. Como uma frase-chave, evolução da palavra, que estabelece contato com os pássaros e abre espaço para uma interação amistosa que além de trazer surpresas, traz grandes lições.


“Mais um ano longe de ser criança? Isso não me parece ser a mesma coisa que crescer”, diz o Gavião, convidando a uma reflexão, logo após encontrar um lugar pra pousar numa praia deserta. Já a Gaivota não poupa o verbo e do alto de sua sabedoria vai direto ao assunto: “Porque o importante é você saber a verdade. Até saber, até realmente compreender, só pode demonstrá-la em coisas menores, com ajuda externa, de máquinas, pessoas e pássaros.”


Uma história sobre o amor e a amizade, mostrando que o aprendizado é uma jornada capaz de levar aonde o desejo quiser, ao encontro do que e de quem desejar. "Longe É Um Lugar Que Não Existe" é um livro curto, leve e encantador. Com belíssimas ilustrações de Ron Wegen intercalando cada página da história, nos leva a aprender que “as únicas coisas que importam são as feitas de verdade e alegria, não as de lata e vidro.”


Longe É Um Lugar Que Não Existe convida o leitor para um passeio descompromissado e surpreendente, onde cada página ajuda a desvendar uma parte do mistério chamado vida. O livro nos coloca frente a frente com a descoberta de nós mesmos, observando que o amor transcende tempo e espaço. E na viagem o Beija-Flor pergunta: “Podem os quilômetros separar-nos realmente dos amigos? Se você quer estar com alguém a quem ama, já não está lá?”


Richard Bach, tataraneto do grande compositor clássico J. S. Bach, conheceu a arte vendo a vida bem de cima. Sua profissão, que ele tanto gosta e sente prazer de fazer, é pilotar aviões e planadores. Faz isso a maior parte do tempo. Foi lá em cima, entre as nuvens e o azul do céu, que se aproximou dos pássaros e da fantástica aventura de voar pela vida. E assim se fez escritor, assinando a autoria de histórias como Fernão Capelo Gaivota, Ilusões e A Ponte Para O Sempre.


“Cada presente de um amigo é um desejo por sua felicidade.” Então o amor bate asas e passeia feliz pelo ar, simplesmente porque Longe É Um Lugar Que Não Existe. “Haveremos de nos encontrar outra vez, sempre que desejarmos, no meio da única comemoração que não pode jamais terminar.”

L.E.R. - Lesão Por Esforço Repetitivo




19 comentários:

✿ chica disse...

Que lindo texto e esse livro só pelo nome já me atrai. Vou procurá-lo,ainda não li. abração,linda semana!chica

Rô... disse...

oi Cacá,

para o amor não existe distâncias,
sou testemunha viva disso,
pois eu e meu marido superamos durante muito tempo quilômetros,
para ficarmos juntos definitivamente,
e para o nosso amor,
longe é um lugar que não existe mesmo...

beijinhos

Tunin disse...

Tudo está em nossas mentes! O livro deve ser delicioso! Abraços.

Tunin disse...

Retornei para te dizer que o canal do Cara & Coroa é na antiga TV Educativa, hoje TV Brasil às 20h00 e, aos domingos,à tarde. Vá conferir e me diga o que achou. Abraços.

Pedrita disse...

ganhei esse livro há muitos anos de um amigo q nunca mais vi. beijos, pedrita

Eva disse...

Cacá que rico este texto, belissimo, fiquei com uma vontade imensa de ler esse livro, super parabéns, um bom dia, abraços!

Marcelo Pirajá Sguassábia disse...

Olá, Cacá. Fiquei com vontade de ler o livro. Já li, do autor, "Fernão Capelo Gaivota". Não sabia que o mesmo é tataraneto do grande Johann Sebastian. Valeu, meu amigo. Agradeço seu comment em Consoantes Reticentes. Abraços.

MARILENE disse...

Essa é uma verdadeira apresentação. Só de lê-la conseguimos apreender a beleza dos conceitos que a obra nos traz.

Bjs.

Jardim das poesias infantis/Magia em versos disse...

Oi Cacá!
Sou fã deste autor desde minha adolescência.
Fiquei surpresa de saber que ele é descendente de Bach, o compositor.
Todas suas estórias tem um profundo conhecimento filosófico e de vida.
Gosto muito também de Ilusões.
Ótima indicação de leitura e que serve como lição diária.
abração e uma ótima semana para ti.

Renata Diniz disse...

Cacá. Gosto e tenho muita fé nisso, no autoconhecimento. Abraços!

Valéria disse...

Oi Cacá!
Lindo texto para apresentar tão belo livro!
Este foi um autor de minha juventude e estes foram livros que li naquela época, os tenho ainda, vou procurar relê, com outros olhos, certamente.rss
Abraço e uma linda semana!

Anne Lieri disse...

Cacá,já faz tempo que li esse livro e o texto do Tiago aguçou minha curiosidade para reler!Adoro Richard Bach!Vc sempre com excelentes textos por aqui!Bjs,

Edna Lima disse...

Que legal. Hoje é a noite da mineirice. Navegando pelos blogs já encontrei dois mineiros.
Um dia deste postei sobre este autor. Richard Bach. boa noite . Edna.

otilia cristina disse...

OLÁ CACÁ

ESTE LIVRO É O LIVRO QUE EU MAIS DEI DE PRESENTE PARA MEUS AMIGOS.
FOI A MENSAGEM MAIS LINDA QUE EU LI SOBRE AMIZADE ..
E AMIZADE É MESMO UM ANEL ,UMA JOIA QUE SÓ OS AMIGOS PODEM VER E SENTIR ..E O ESFORÇO QUE FEZ PARA LEVAR O PRESENTE AO AMIGO ..FOI DEMAIS EMOCIONANTE COMO TAMBEM SABER QUE O AMIGO ENXERGOU O PRESENTE, A PURA E MAIS BELA AMIZADE LI ESTE LIVRO EU TINHA 21 ANOS E FOI UMA LIÇÃO PRA MIM POR QUE REALMENTE CACÁ LONGE É UM LUGAR QUE NÃO EXISTE QUANDO TEMOS AMOR...
ABRAÇOS

OTILIA LINS

Denise disse...

Adoro Richard Bach, postei aqui , há bastante tempo, sobre esse livro...é precioso!

Um grande abraço, Cacá!

Ana Cecilia Romeu disse...

Uai, Cacá, tudo bem?
Mas menino! Esse livro é muito belo! Li ele há muito tempo, na minha adolescência (não faz tanto tempo assim) rsrs
Cheio de lições de vida, superação, convívio, paz, maravilhoso.
Enfim, uma pauta muito bem escolhida.

Grande abraço e ótimos dias :)

Nice Bacchini disse...

Vou contar uma historinha..Quando larguei minha família no Rio e vim morar em Brasília, a mais ou menos 26 anos atrás, minha irmã ganhou esse livro, no entanto ela passou para mim para quando sentisse de toda família lê-lo....
Showww.... bjss

Vivian disse...

OLá,Cacá!!

Não li este livro!!!E já me interessei!!Eu também não sabia que o escrior era tataraneto do compositor Bach!!!!Puxa!Que legal!!
Eu adoro música clássica e só este detalhe já me deixaria curiosa...rsrsr
Beijos pra ti!!!Obrigada pela dica!!!

Lena disse...

Oi, Cacá
Depois de um longo segundo período de férias nesse ano, estou voltando aos poucos!
Excelente dica. Conheço "Fernão Capelo Gaivota" (livro e filme) desse incrível autor que nos enternece com suas obras. Um grande abraço!

Web Statistics