quarta-feira, 2 de julho de 2008

CABELOS BRANCOS

Tive que ir à farmácia para conferir. Ouvi pelo rádio a propaganda do óleo Atalaia para escurecer cabelos e fui para matar saudades. Nem imaginava que ainda existisse. Meu pai, na época, quarentão, pintava todos os dias os cabelos com esse artigo, que tinha um cheiro forte, feito produto após barba, misturado com perfume barato. Ficavam pretinhos e eu não entendia o porquê. Achava tão bonitos seus cabelos brancos! Parecia que era mais pai. Ainda mais que meu avô não os tinha e também eu o via poucas vezes. Sempre que chegava em casa após o trabalho, tomava o banho e ia para a enorme cozinha da casa que tinha só meias paredes na divisa com a área do tanque de lavar e o quintal. Ali colocava um desses espelhinhos pequenos e se barbeava. Depois tingia os cabelos e o bigode. A gente miúda ficava observando sem entender de vaidade adulta, pensando que era algum conserto na cara.

Na minha infância não era comum questionamentos de coisas exclusivas de adultos Não havia a democracia familiar ou o excesso de permissividade dos tempos atuais em que as crianças são as primeiras a opinar. Contrários ou a favor, nos era reservado apenas o sentido. No caso o da observação. E de preferência silenciosa. Na verdade os hábitos ligados à vaidade expressa ou manifesta eram mais afeitos às mulheres, ficando os homens mais restritos a uma boa higiene, cabelos, dentes e sapatos bem escovados. Para se conquistar um par, por exemplo, a boa lábia falava mais alto que a aparência.

Nem sei se essa é uma justificativa para manter firmes os meus cabelos que vão hoje branqueando vigorosamente a cada dia. Acho um processo natural e assim também ajo. Ou então para não ter que ouvir de minha filha mais nova com um pendor para a crítica desde muito pequena. A doce e ferina sinceridade das crianças... A Clara, nas suas primeiras palavras aprendidas me avaliou certa vez, quando me viu em uma camisa com estampas bem floridas. – Pai, você está redículo.

12 comentários:

Cleide Noleto disse...

Fui informada que esse tal óleo atalaia é bom, mas pode me falar algo. To começando com os cabelos brancos e ainda resisto em pintá-los.
Pode me ajudar?

Abraços

Anônimo disse...

O óleo Atalaia é excelente, elimina cabelos brancos mesmo, porem é um produto fedorento d++++

kelly disse...

Minha vizinha tem o cabelo todo branco já está mudando a cor do cabelo dela.

kelly disse...

Comecei a usá óleo atalaia a 15 dias tenho pouco cabelo branco, gostaria de saber se posso pintar o cabelo normal mesmo usando óleo atalaia..

kelly disse...

Comecei a usá óleo atalaia a 15 dias tenho pouco cabelo branco, gostaria de saber se posso pintar o cabelo normal mesmo usando óleo atalaia..

kelly disse...

Minha vizinha tem o cabelo todo branco já está mudando a cor do cabelo dela.

Guiomar Pereira disse...

Esse produto não provoca dores de cabeça?
guifashion1@hotmail.com

AGOSTINHO RODRIGUES DA CRUZ disse...

Gostaria de saber se após usar o óleo atalaia eu sempre tenho que lavar os cabelos.??
Arlete
arlete_vianna@yahoo.com.br

AGOSTINHO RODRIGUES DA CRUZ disse...

Gostaria de saber se posso deixar o óleo no cabelo de um dia para o outro ou se tenho sempre que tirar no mesmo dia.
Tipo, não posso deixá-lo no cabelo.
Sempre tenho que lavar, certo??

Jessica Pontes disse...

Olá amigos e amigas, eu estava com uma queda de cabelo muito grande e vários cabelos brancos e comecei a tomar o Fo-Ti He Shou Wu, logo no primeiro mês de uso do Fo-ti He Shou Wu minha queda praticamente desapareceu e na raiz dos cabelos brancos começou a pegar cor, no terceiro mês de uso eu já não tinha mais queda nenhuma e nem cabelos brancos, esse Fo-Ti He Shou Wu aumentou minha alto estima, pena que no Brasil é difícil de encontrar, eu comprei pela internet e em 5 dias entregaram aqui no meu endereço, vou informar aqui o site onde comprei se interessar para alguém, foi nesse site abaixo que comprei:

quedadecabeloecalvice.com

Web Statistics